terça-feira, 20 de outubro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] Fingindo

Postado por Ju às 18:00
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou do livro anterior da trilogia.



Título: Fingindo
Autora: Cora Carmack
Tradução: Paulo Polzonoff Junior
Livro #2 da trilogia Perdendo-me
Editora: Novo Conceito

Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la. Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.

Esta trilogia conta a história de três amigos, Bliss, Cade e Kelsey, que se conhecem na faculdade de teatro. No primeiro volume, Perdendo-me, estão prestes a se formar, encarando o último semestre. Nele, acompanhamos a história de Bliss e (do meu amor literário) Garrick. Não gostei muito do Cade a princípio e, por isso, adiei por bastante tempo a leitura de Fingindo, já que seria focado nele. Mas acabei amando a leitura, apesar de ter precisado me forçar a acreditar na história criada pela autora no início.

Tenho um problema sério com coincidências, então vocês vão entender poque tive dificuldades com o começo do enredo. Max é uma garota que não passa despercebida. Seu cabelo é vermelho, usa vários piercings e tem algumas tatuagens. Além disso, trabalha como dançarina em uma boate e em um estúdio de tatuagem para pagar suas contas enquanto batalha pelo sucesso de sua banda.  Mesmo assim, precisa da ajuda financeira dos pais para pagar um empréstimo estudantil referente à faculdade que iniciou, mas acabou abandonando. Tem um namorado que nem tenho palavras para descrever, talvez traste se adeque... Eis que quando está com ele numa cafeteria recebe um telefonema de seus pais, que resolveram visitá-la de surpresa e avisam que chegarão ao local em que ela está em poucos minutos. 

Max se apavora, já que eles nem imaginam a vida que leva, muito menos aprovariam um namorado como o que ela tem para apresentar, mesmo porque a garota acaba de dizer que o conheceu numa biblioteca e não consegue imaginar como eles se convenceriam disso olhando para ele. Imediatamente, o expulsa de lá para recebê-los. Então, de repente, percebe um rapaz sozinho numa mesa, com um livro sobre ela. Ele aparenta ser educado e gentil, e ela pensa que aquela é a solução de seus problemas. Pede que Cade finja ser seu namorado, e ele aceita... ela deu tanta sorte que foi falar logo com um ator. Seria algo que duraria só alguns minutos, mas o destino não concorda com o plano. 

Fora esse início de leitura complicado que tive, adorei todo o resto. Acreditei de verdade no relacionamento que começou a surgir entre Max e Cade, e torci muito para que eles tivessem coragem de embarcar nele de verdade. O maior impedimento para isso acontecer era Max não acreditar que merecia um cara como aquele, já que depois de um acontecimento de seu passado se convenceu de que não merecia que coisas boas acontecessem com ela. Além disso, Cade tem um histórico de abandono que o faz aceitar muito facilmente que as pessoas saiam de sua vida. Pensem na situação, uma que foge junto com outro que deixa ir... complexo... rs...

- A dor nos muda. A minha dor me fez querer ser perfeito para que ninguém jamais me abandonasse novamente. (...) A sua dor a tornou mais forte. Ela fez de você uma mulher incrível e cheia de vida. A dor fez de nós dois o que somos.

Temos um bônus nesse livro que é a relação de Max com sua família. Isso ocupa boa parte do enredo e torna a história ainda mais interessante, só achei que a autora resolveu tudo muito facilmente no final, como se não tivesse mais tempo para falar daquilo.

O livro tem a diagramação simples, as páginas amarelas e um ótimo tamanho de fonte. Gosto da capa, mas acho que ela passa a ideia errada (como todas as outras da série). Com tantos livros hot por aí, as pessoas podem pensar que se trata de mais um. Mas não, é um new adult, até existem cenas sensuais, só que são poucas e bem leves.

A escrita da Cora é deliciosa, nem percebi as páginas passando. Temos a participação do casal do primeiro volume em alguns momentos, e como eles são os meus personagens preferidos adorei revê-los. Espero que apareçam também no terceiro livro, Encontrando-me, que logo será lido e resenhado por aqui.

17 comentários:

  1. Obrigado pelo aviso de não conter spoiler, pude ler a resenha sem medo hahahahaha…
    E é sério que não é livro hot?!?!?! Meu Deus, sem dúvidas essa capa me enganou, todas as capas. Eu jurava que era, então nem me dava ao trabalho de ler a sinopse, já que não curto o gênero. Agora você despertou a curiosidade em mim, talvez eu dê uma chance para os livros.
    Bjs.

    www.delirioselivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hello Juh, acabei de comentar em um blog que falava sobre os NY, eles não são minha primeira opção de leitura, mas achei engraçada a situação da Max. A Bruna do MMF blog, me convenceu e adicionei no skoob, sua resenha só reforçou minha curiosidade.
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  3. Ola Ju eu adoro essa premissa e com esse diferencial da mocinha ser a maluca e o o mocinho bonzinho, normalmente vemos o contrário. Mesmo com esse começo repleto de coincidências favoráveis, vou ler com certeza e conhecer esse mocinho ator. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oláá
    Deve ser uma leitura bem rápida e simples, daquelas para passar o tempo, ouço muitos elogios sobre a autora e estou curiosa apela série, espero poder ler em breve, ótima resenha e dica.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju... que bom que você curtiu a história... eu curti muito a premissa de Fingindo... ao contrário de Perdendo-me... fiquei muito ansiosa pela leitura dele e finalmente o comprei... pode ser que se eu curtir muito a escrita da autora eu venha comprar os outros livros da série... mas como me falaram que podemos ler o livro independente da ordem, preferi começar com Fingindo que me apaixonei desde o título rs... adorei ler a sua resenha e saber um pouco mais da proposta pela sua opinião... Xero!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju, tudo bem?

    Vejo várias resenhas desse livro e até me chamam atenção, mas ainda não tive muito interesse em ler. Que bom que apesar do início um pouco complicado, você conseguiu gostar da história. Adoro quando o autor desenvolve a personalidade dos personagens e seus problemas pessoais... a Max e o Cade parecem ser bem diferentes, mas no fundo os dois parecem ser inseguros.

    A capa dá realmente a impressão errada, parece mais um hot, e por causa disso muitas pessoas passam longe.

    Beijinhos,

    Rafa // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  7. Oooi !!

    Ju, eu li esse livro sem ler o primeiro e me arrependi pq fiquei um pouquinho perdida. Só um pouco, mas me encomodei com isso.
    A escrita da autora é incrível, e eu adorei os personagens, muito bem escritos e com uma carga emocional muito especial.
    Concordo essa capa confunde e eu não sou fã.
    Espero que você goste do terceiro!/

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Tenho esse livro aqui pra ler, parece ser muito legal, mas acho que mais pra diversão ou tirar da ressaca literária, sabe?
    Beijos
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi flor, sempre leio elogios sobre essa serie, você é a primeira leitora que aponta algo que te desagradou, gostei da sua sinceridade. Tenho muita vontade de ler todos os livros,assisti algumas resenhas no youtube e me desesperei de vontade, não sou de ler muitos YA, mas essa serie me deixou bem curiosa., espero não me sentir incomodada com esse começo como você.


    bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá

    Eu já vi algumas pessoas falando desse livro, críticas positivas até, mas tem horas que tenho vontade de ler, outras não , acredito que surgem várias confusões no decorrer da estória e isso deve tornar o livro interessante, gostei de saber que fala um pouco da família do cara também, não foca só na dela, gostei da resenha, vou ver se consigo ler.

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Oi Juliana, tudo bem?

    To doida para ler essa série. Pena que o inicio é complicado Eu não sei se eu resistiria, por exemplo. Quando o livro já começa meio devagar ou sem me convencer, já me bate uma preguiça enorme. Mas que bom que no final, foi uma boa leitura

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Entendo muito bem o seu "problema com coincidências": é que elas geralmente são muito mal feitas, e a gente fica com aquela impressão de que não passam de uma formação de barra do autor pra poder fazer a história acontecer. Isso pra mim já é um bom indício de livro ruim, por isso eu dificilmente leria. :/

    ResponderExcluir
  13. Oie.
    Fingindo é o primeiro livro que li da autora e amei demais sua escrita e a trama a qual ela criou. Me diverti muito com a Max e também com o Menino de Ouro e estou apaixonada por ele ainda hoje, rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ju!

    Ainda não tive a oportunidade de ler Fingindo, mas lembro que quando ele chegou na livraria que eu trabalhava, foi um alvoroço total. Todo mundo fala muito bem da Cora, mas acho que tenho adiado a leitura por não ser meu gênero favorito. Fiquei animada com sua resenha, mas a fila é tão grande! Ele vai esperar mais um pouquinho.

    Beijos, Maria.
    Http://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  15. Oie tudo bom?
    Ainda pretendo ler a série, mas no momento ela vai ficar na espera. Gosto de NA com cenas sensuais porque são leituras mais despretensiosas. Também me incomoda esse tipo de coincidência, mas acabo relevando.
    beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, fiquei super interessada no livro. Não costumo ler romances, mas acho que esse eu leria, gostei de a autora falar da relação da Max com a família e o livro não apenas hot Bjus!!!
    http://www.lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse na resenha, não é um livro hot.

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo