quinta-feira, 15 de agosto de 2019

[Resenha - Universo dos Livros] A Madona e a Vênus

Postado por Ju às 17:00 0 comentários
Título: A Madona e a Vênus
Autora: Catarina Muniz
Número de páginas: 304

1481, Florença, Itália. A cidade mais fremente do mundo, berço dos maiores pintores, arquitetos e escultores de toda a História, é o cenário de um intrincado triângulo amoroso entre a camponesa Francesca di Boscoli, a duquesa de Milão, Alessia Sforza, e o aspirante a pintor Vincenzo Mantovani. Francesca busca apenas paz em sua vida, já tão carregada de cicatrizes. Vincenzo espera ser reconhecido como um dos maiores artistas de seu tempo. E Alessia, a bela mecenas, busca impor sua vontade, custe o que custar! O Renascimento Cultural italiano é o pano de fundo deste romance que promete trazer ao leitor fortes emoções. Benvenuti!

Não sou uma pessoa muito fã de romances de época, mas quando vi essa capa me apaixonei. E eu seria incapaz de resistir a uma história que se passa em Florença, ainda mais tendo um pintor como uma das personagens principais. Sou apaixonada pela cidade e amo demais os pintores renascentistas. Mesmo assim, comecei a ler com um pé atrás. Felizmente, o livro me pegou de jeito logo no início e adorei a leitura.

Francesca é uma bela camponesa que tem uma vida simples e feliz. Está noiva de um rapaz que conhece desde sempre, e seu casamento se aproxima. Mas Giane parece não conseguir mais se conter e, embora a garota esteja se guardando para o casamento, passa a insistir cada vez mais para que passem para um novo nível de intimidade. Uma noite, invade o quarto dela e os dois são pegos pelo pai de Francesca, que julga que a filha foi desonrada, embora isso não tenha acontecido. Ele lhe dá uma surra enorme, e poderia mesmo ter chegado a matá-la se não fosse pela intervenção dos irmãos da garota.

quarta-feira, 3 de julho de 2019

[Resenha - Astral Cultural] Depois que você me deixou

Postado por Ju às 18:00 0 comentários
Título: Depois que você me deixou
Autora: Samantha Young
Tradução: Marcia Blasques
Editora: Astral Cultural
Livro #1 da duologia
Número de páginas: 336

Três anos se passaram desde o último encontro de Charley e Jake. A garota tem a sensação de que, finalmente, superou seu antigo amor e está pronta para sair dos Estados Unidos e seguir o sonho de estudar em Edimburgo, na Escócia. Porém, o destino reserva uma surpresa que não estava em seus planos: Jake. O jovem está disposto a se reaproximar e, quem sabe, reatar a amizade. Mas Charley precisa aprender a lidar com o fato de que, agora, Jake tem uma namorada. A garota parece estar em um beco sem saída com a ideia de ter Jake de volta em sua vida. Afinal, ela ainda não consegue resistir ao charme do ex, muito menos ignorar os sentimentos do passado que voltaram com toda a força. Mas uma coisa é certa: ela precisa ser forte e não permitir que Jake a magoe novamente.

Charley Redford sabia, desde que sua irmã mais velha passou um ano no exterior, que no seu terceiro ano de faculdade faria um intercâmbio na Universidade de Edimburgo. Não escondia esse plano de ninguém, muito menos de seu primeiro amor, Jake Caplin, que a deixou há três anos e meio. Quando chega a hora de realizar seu sonho, tudo que ela não esperava era encontrar o ex também fazendo intercâmbio naquela universidade, ainda mais com uma namorada a tiracolo.

As coisas entre os dois não terminaram bem. Não é fácil para Charley lidar com aquilo, os sentimentos por Jake sempre foram muito intensos, mesmo que eles tenham se relacionado aos dezesseis anos. Mas ela é uma boa menina, uma pessoa extremamente generosa (tem o apelido de Supergirl e não é à toa, já fez várias coisas pelos outros, inclusive se jogar na frente de um carro e ser atropelada no lugar da irmã), e quando ele se desculpa e pede que sejam amigos, se esforça para isso, mesmo que tenha que conviver também com a namorada dele. Só que a situação fica cada vez mais insustentável.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

[Livro x Série] Gatunas

Postado por Ju às 20:00 0 comentários

Gatunas

Título original: Trinkets
Data de lançamento: 14 de junho de 2019
Elenco: Brianna Hildebrand, Kiana Madeira, Quintessa Swindell, entre outros
Duração: 10 episódios de aproximadamente 30 minutos na primeira temporada
Produção original Netflix
Adaptação do livro homônimo de Kirsten Smith

Quando três adolescentes de diferentes cantos do refeitório da escola se encontram na mesma reunião de cleptomaníacos anônimos, uma improvável amizade se forma. Elodie (Brianna Hildebrand) - a desajustada de luto; Moe (Kiana Madeira) - a misteriosa forasteira; e Tabitha (Quintessa Swindell) - a imagem imperfeita da perfeição, encontrarão forças umas nas outras enquanto lidam com questões familiares, dramas do ensino médio e o complicado dilema de tentar se encaixar, à medida que anseiam por se libertar. (sinopse Filmow)

Acredito que qualquer viciado em livros passa por um misto de medo e expectativa quando uma adaptação é anunciada. Ao mesmo tempo que queremos ver a história que amamos ganhar vida na tela e ser conhecida por muito mais pessoas, sempre temos receio das mudanças. 

Com Gatunas pelo menos não tive uma longa expectativa, afinal, quando recebi o livro da editora, a série já havia inclusive estreado na Netflix. Tinha lido os primeiros capítulos e estava ansiosa para terminar a leitura, então fiz isso o mais rápido possível. E, como amei demais a obra, em seguida fui conferir a série... e me decepcionei quase que completamente.

segunda-feira, 24 de junho de 2019

[Resenha - Astral Cultural] Gatunas

Postado por Ju às 07:30 0 comentários
Título: Gatunas
Autora: Kirsten Smith
Tradução: Cláudia Mello Belhassof
Editora: Astral Cultural
Número de páginas: 272
Skoob


O que três garotas poderiam ter em comum além de algumas aulas entediantes no ensino médio e problemas corriqueiros de adolescente? Pode parecer estranho, mas essas três jovens, tão diferentes entre si, criaram uma aliança ligada pela emoção de roubar. A história contada através de múltiplas perspectivas revela que, mesmo em uma situação completamente inusitada, na qual elas deveriam estar aprendendo os passos da recuperação após terem tido problemas com a polícia, podem acabar selando uma amizade pra vida toda.

Em Gatunas temos três protagonistas: Elodie, Moe e Tabitha, cada uma delas com dramas peculiares em suas vidas. Elodie perdeu a mãe há algum tempo, seu pai se casou de novo e a nova família se mudou de cidade há alguns meses. Entrou para a equipe do anuário como forma de se integrar na escola nova - isso lhe deu uma única amiga, que na verdade não é uma amiga tão fiel assim...

Moe perdeu os pais quando tinha 7 anos, ela e o irmão foram criados pela tia, mas seu maior problema é que o garoto de quem gosta - que inclusive é seu vizinho - e com quem se relaciona, finge não a conhecer quando estão com outras pessoas ao seu redor.

Tabitha é a garota popular da escola, invejada por muitas meninas por estar sempre ao lado de seu namorado perfeito - pelo menos é o que parece para os outros, mas ela está apenas deixando o tempo passar ao lado de um cara por preguiça de ter que mudar de vida - até que começa a perceber que esse relacionamento, além de tudo, não é muito saudável...

Às vezes é simplesmente mais fácil deixar as coisas voltarem ao normal do que tentar mudá-las. (...) Todos se juntam porque têm medo do que vão perder se não se juntarem.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

[Resenha - Astral Cultural] Como ser um Supervilão: Nascido para ser bom

Postado por Ju às 07:30 0 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou do livro anterior da série

Título: Como ser um Supervilão - Nascido para ser bom
Autor/ Ilustrações: Michael Fry
Tradução: Ivar Panazzolo Junior
Livro #2 da série
Editora: Astral Cultural
Número de páginas: 336

Uma continuação nunca foi tão boa ... por ser ruim! Victor Spoil odeia a escola. Isso faz com que ele fique irritado - e seus pais não poderiam estar mais orgulhosos, porque supervilões não são feitos para serem legais. Até Victor confessa que quer sair e se tornar um bibliotecário. O horror! Mas quando os super-heróis e os vilões - incluindo seus pais - começam a desaparecer, apenas um benfeitor dedicado como Victor pode rastreá-los. Ele descobre que os supers estão sendo capturados para enfrentar alienígenas em shows semelhantes a gladiadores. E ao contrário das lutas escritas que os supers geralmente se inscrevem, essas batalhas são até a morte! Victor e seus colegas precisam se unir e aproveitar seus superpoderes para combater o mal. Mas para ser um herói, Victor finalmente tem que abraçar seu vilão interior. Ele será capaz de se rebaixar?

Victor Spoil, o Supervilão mais bonzinho que já existiu, está de volta. Apesar desse ser o segundo volume da série, não há problema se ele for lido fora da ordem, uma vez que o universo criado pelo autor é muito bem contextualizado no início da história. Mas recomendo que leiam na ordem mesmo assim, só para não perder o primeiro volume. Apesar de ter gostado desse, confesso que o primeiro ganhou mais meu coração.

Depois de ter surpreendido a todos no primeiro livro - inclusive a ele mesmo - Victor está muito em dúvida quanto a seu futuro. Tinha a impressão de que ser um Supervilão seria mais divertido, principalmente levando em conta que seu superpoder não é lá algo que coloque a vida de alguém em risco (bom, tem gente que discorda, principalmente quando ele parece não saber a hora de parar de usá-lo), só que acaba se sentindo chateado por entender que ninguém torcerá por ele em uma batalha. Com isso, pensa em deixar a vida de super de lado e se tornar um civil, de preferência um bibliotecário.
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo