sexta-feira, 28 de julho de 2017

[Resenha - Planeta] Mil beijos de garoto

Postado por Ju às 16:00 12 comentários
Título: Mil beijos de garoto
Autora: Tillie Cole
Tradução: Marina Della Valle
Editora: Planeta
(Selo Outro Planeta)
Número de páginas: 400
Skoob


A estreia de Tillie Cole no Brasil, com o livro finalista em 2016 do Goodreads Choice Awards Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente- reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação. Este romance, finalista do Goodreads Choice Awards 2016, marca a estreia da adorada escritora Tillie Cole na ficção young adult. É também seu primeiro livro publicado no Brasil.


Comecei a ler esse livro sem saber nada sobre ele. Achei que fosse ser um young adult comum, com uma história fofinha de adolescentes, e apenas isso. Definitivamente não estava preparada para o que encontrei. Com certeza uma das minhas melhores leituras do ano.

Para ler, é necessário estar disposto a ter seu coração destroçado. Porque a leitura dói demais. Eu tinha uma desconfiança no início, mas o que pensei não era nada perto do que a autora acabou revelando. Chorei de forma quase infinita, mas não conseguia parar de ler. Tudo flui de um jeito incrível, é uma história que nos transmite belas lições. Que nos faz olhar para a vida e para tudo o que ela oferece com outros olhos. Mas vamos ao enredo.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

[Resenha - Universo dos Livros] Miga, sua louca!

Postado por Ju às 16:00 11 comentários
Título: Miga, sua louca!
Autoras: Julianna Costa | Luiza Costa
Número de páginas: 240

Deixe eu te apresentar a Yara. Ela parece meio certinha e meio louca. Um pouco de tudo. Ou talvez nada disso. Na verdade, ela é só mais uma adolescente buscando descobrir sua própria identidade. O problema da Yara é que, nessa busca, ela vai encontrar o André, o Danilo, o Diego, o Rodrigo… Pois é, pessoal. A Yara é meio nervosa. E meio desesperada. E meio tímida. E meio inexperiente. Mas não precisa se preocupar com ela, porque a Yara pode ser meio tudo isso, mas ela não está sozinha: ela tem a Alexia. Alexia é a metade que falta da Yara: sua melhor amiga, com experiências, dicas e surtos para compartilhar. E enquanto Yara enfrenta todo tipo de complicação – seja a indecisão sobre qual universidade cursar, os problemas com a mãe ou o interesse recém-descoberto pelo melhor amigo – Alexia vai ficar por perto, guiando sua amiga maluca (com sugestões nem sempre convencionais) em um dos momentos mais delicados de sua vida. Por meio de uma troca de cartas entre essas duas grandes amigas, Miga, sua louca mistura ficção com conselhos práticos para a vida real em uma narrativa jovem e antenada para um público que, assim como a Yara, não faz ideia de como entrar para a vida adulta.

Em Miga, sua louca!, vemos uma mulher já com seus filhos que numa manhã decide relembrar sua adolescência. Pega as cartas que trocou com uma amiga em um tempo em que tudo parecia muito mais complicado e urgente para reler, e com isso passamos a acompanhar a vida de Yara na época do colégio através de sua troca de cartas com a melhor amiga que foi morar longe, Alexia.

Logo de cara entrei de verdade no enredo. Voltei à minha adolescência e vi muita verdade no que as autoras escreveram. Engraçado como nossa perspectiva das coisas vai mudando, como tudo é muito mais intenso como somos adolescentes, como as pessoas podem nos machucar de verdade com algo que tempos depois conseguimos ignorar ou resolver com muito mais facilidade. Adoro esses livros juvenis que funcionam meio como um túnel do tempo.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

[Resenha - Rocco] Supergirl na Super Hero High

Postado por Ju às 20:00 24 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou do livro anterior da série.

Título: Supergirl na Super Hero High
Autora: Lisa Yee
Tradução: Raquel Zampil
Livro #2 da série DC Super Hero Girls
Editora: Rocco
Número de páginas: 260

Supergirl é a garota nova na escola. E também a mais poderosa (embora ela não acredite muito nisso). Recém-chegada à Terra, depois de perder sua família e todo o resto do planeta Krypton, a menina está começando a descobrir seu potencial, e a Super Hero High parece ser o local ideal para isso. Mas mesmo para a adolescente mais poderosa da galáxia, acompanhar as aulas do ensino médio e se enturmar com seus novos e poderosos amigos, entre eles Wonder Woman, Katana e Harley Quin, não é nada fácil. Porém, quando misteriosos acontecimentos colocam em risco não só a escola, mas seu novo planeta, Supergirl precisa confiar nos seus amigos e em si mesma e mostrar que é capaz de salvar o dia. No segundo livro da série DC Super Hero Girls, Lisa Yee mantêm o ritmo do primeiro volume e vai além, mostrando um pouco mais do dia a dia e da personalidade das jovens super-heroínas que vem conquistando a garotada com uma aventura recheada de mistério, ação e muito humor.

Essa é uma série que amei desde que soube que existia, e que amo mais a cada livro que leio. Uma escola em que futuros super-heróis se reúnem não tem como não ser peculiar. Por mais que tenhamos entre os alunos pessoas que parecem até do mal, quando precisam se unir eles são incomparáveis.

Neste segundo volume, acompanhamos a chegada da Supergirl à escola e sua difícil adaptação. Ela possui seus poderes há pouquíssimo tempo e não tem a menor ideia de como controlá-los. Como todo mundo sabe, a garota vem de Krypton, como o Superman, e escapou de lá quando o planeta foi destruído. Só que levou bastante tempo para chegar à Terra e durante todo o trajeto esteve sozinha. É insegura e quer muito fazer amigos. 

domingo, 16 de julho de 2017

[Resenha - Rocco] Melodia Mortal

Postado por Ju às 16:00 16 comentários

Título: Melodia Mortal
Autores: Pedro Bandeira | Guido Carlos Levi
Editora: Rocco
(Selo Fábrica231)
Número de páginas: 240
Skoob

Será que Mozart foi assassinado por Salieri? Tchaikovsky morreu de cólera ou envenenamento? Chopin morreu mesmo tuberculoso? E Beethoven, foi vítima do alcoolismo? A resposta, ou pelo menos algumas hipóteses plausíveis para essas perguntas, estão em Melodia mortal, estreia na ficção adulta de um dos maiores autores para o público juvenil do país. Escrito a quatro mãos por Pedro Bandeira com o médico Guido Levi, o livro examina, à luz dos conhecimentos da medicina contemporânea, os indícios possíveis sobre as mortes polêmicas de alguns grandes compositores da música clássica. E quem conduz a investigação é ninguém menos que Sherlock Holmes, auxiliado pelo seu fiel escudeiro, o doutor John H. Watson, que narra as aventuras do detetive na empreitada. Talvez não seja possível, tanto tempo depois, elucidar a causa dessas mortes que a medicina da época não foi capaz de precisar, mas a diversão é garantida neste romance cheio de teorias científicas e enigmas que formam um intricado quebra-cabeça, na tradição da melhor literatura policial.

Fazia muito tempo que queria ler algo do Pedro Bandeira, mas a oportunidade não chegava. Quando vi esse livro entre os lançamentos da Rocco, não tive nenhuma dúvida de que precisava conhecer a história - afinal, como deixar passar um livro com Sherlock Holmes na capa?

A proposta é muito interessante: o detetive investiga as mortes de gênios da música, mesmo que tenham ocorrido há vários anos. Temos o relato de Watson através de contos que um grupo de pessoas encontrou mas ainda guarda como seu tesouro pessoal, e além disso temos a participação dessas pessoas, doze médicos que compõem a Confraria dos Médicos Sherlockianos (todos fãs das histórias do detetive) e que encontraram a preciosidade nos subterrâneos da Universidade de Londres.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

[Resenha - Planeta] A desconhecida

Postado por Ju às 16:00 20 comentários
Título: A desconhecida
Autora: Mary Kubica
Tradução: Fal Azevedo
Editora: Planeta
Número de páginas: 352

Mais um instigante thriller psciológico da mesma autora de A Garota Perfeita, best-seller do The New York Times. Todos os dias, a humanitária Heidi pega o trem suspenso de Chicago e se dirige ao trabalho, uma ONG que atende refugiados e pessoas com dificuldades. Em uma dessas viagens diárias ela se compadece de uma adolescente, que vive zanzando pelas estações com um bebê. É fato que as duas vivem nas ruas e estão sofrendo com a fome, a umidade e o frio intenso que castigam Chicago. Num ímpeto, Heidi resolve acolher Willow, a garota, e Ruby, a criança, em sua casa, provocando incômodo em seu marido e sua filha pré-adolescente. Arredia e taciturna, Willow não se abre e parece esconder algo sério ou estar fugindo de alguém. Mas Heidi segue alheia ao perigo de abrigar uma total estranha em casa. Porém Chris, seu marido, e Zoe, sua filha, têm plena convicção de que Willow é um foco de problemas e se mantêm alertas. Em um crescente de tensão, capítulo após capítulo a verdade é revelada e o leitor irá descobrir quem tem razão.

Heidi é uma mulher que trabalha com assistência social a refugiados. Não consegue deixar passar a oportunidade de ajudar a quem precisa. É casada e tem uma filha, Zoe. Quando uma garota começa a cruzar seu caminho com frequência, uma garota que tem sempre um bebê nos braços e que claramente vive nas ruas, encara aquilo como sua responsabilidade, sendo capaz de tomar atitudes bem difíceis de entender... O que faz com que conflitos surjam tanto em sua família quanto entre ela e Willow, a garota desconhecida.

A desconhecida é um thriller psicológico narrado pelo ponto de vista de três pessoas: Heidi, Chris, seu marido, e Willow, sendo que a narrativa de Willow acontece no presente (mas nos apresenta aos poucos todo o seu passado), e as narrativas de Heidi e Chris acontecem na maior parte em um passado recente, quando as vidas dos três se cruzaram.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

[Resenha - Rocco] Herança

Postado por Ju às 16:00 17 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou dos livros anteriores da série.

Título: Herança
Autor: Christopher Paolini
Tradução: Ana Deiró
Livro #4 do Ciclo A Herança
Editora: Rocco
Número de páginas: 792

Até bem pouco tempo, Eragon nada mais era do que um pobre garoto da fazenda, e seu dragão, Saphira, apenas uma pedra azul na floresta. Em Herança, o destino de toda uma civilização está sobre seus ombros. Fortalecidos por longos treinamentos e incontáveis batalhas, Eragon e Saphira somam muitas vitórias, mas também colecionam as dores de perdas muito difíceis. Agora, a derradeira batalha está para começar. O Cavaleiro e seu dragão chegaram mais longe do que qualquer um ousou imaginar.Mas será que eles serão capazes de derrubar o poderoso tirano Galbatorix e restaurar a justiça no reino da Alagaësia? E se conseguirem, qual será o custo da vitória?

Em Herança, temos o desfecho da história de Eragon, um simples camponês que um dia viu sua vida mudar completamente ao achar uma pedra que acabou se revelando um ovo de dragão. Ele se torna um Cavaleiro de Dragão ao ser escolhido por Saphira, que depois de um longo tempo dentro do ovo decide unir sua existência a ele. Só que os Cavaleiros na verdade tinham sido extintos há muito tempo, por um homem que um dia havia sido um deles e que após derrotá-los tornou-se o Rei da Alagaësia. Este homem é Galbatorix, o inimigo que Eragon precisa vencer para que a paz reine entre todas as raças.

Li esse livro bem devagar. Sim, ele é enorme, mas o principal motivo para a leitura ter demorado tanto foi que economizei as páginas o quanto pude. Neste quarto e último volume, conhecemos alguns lugares a que ainda não tínhamos sido apresentados, e houve um momento em especial em que fiquei completamente de boca aberta, achei que não daria conta de tanta emoção. As personagens desta história são muito queridas para mim, e com certeza vão deixar muita saudade.
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo