sexta-feira, 16 de junho de 2017

[Resenha - Companhia das Letras] Nossas Noites

Postado por Ju às 20:00 15 comentários
Título: Nossas Noites
Autor: Kent Haruf
Tradução: Sonia Moreira
Número de páginas: 160

Em Holt, no Colorado, Addie Moore faz uma visita inesperada a seu vizinho, Louis Waters. Viúvos e septuagenários, os dois lidam diariamente com noites solitárias em suas grandes casas vazias. Addie propõe a Louis que ele passe a fazer companhia a ela ao cair da tarde para ter alguém com quem conversar antes de dormir. Embora surpreso com a iniciativa, Louis aceita o convite. Os vizinhos, no entanto, estranham a movimentação da rua, e não demoram a surgir boatos maldosos pela cidade. Aos poucos, os dois percebem que manter essa relação peculiar talvez não seja tão simples quanto parecia. Neste aclamado romance, Kent Haruf retrata com ternura e delicadeza o envelhecimento, as segundas chances e a emoção de redescobrir os pequenos prazeres da vida — que pode surpreender e ganhar um novo sentido mesmo quando parece ser tarde demais.

Addie Moore tem 70 anos, é viúva e tem um filho já casado que mora em outra cidade. Está cada vez mais difícil lidar com a solidão, então ela tem uma ideia e decide se arriscar. Vai até a casa de seu vizinho, Louis Waters, e lhe faz uma proposta: que ele vá eventualmente até a sua casa para dormir com ela. Não, ela não está falando de sexo, e sim de companhia. Quer alguém para conversar, quer sentir a presença de outra pessoa por perto. Ele decide ver no que vai dar, e assim eles começam a se aproximar. Mas nunca poderiam imaginar as consequências positivas e negativas de suas escolhas.

Esse livro chegou de surpresa há poucos dias, nunca tinha ouvido falar dele e achei que ainda levaria um tempo para pegá-lo para ler, mas a frase que vi na capa, "Absolutamente encantador", me fez passá-lo na frente do restante da fila. Minha última leitura tinha me destruído emocionalmente e achei que esta obra poderia ser exatamente o que eu estava precisando para me recuperar. Se eu estava certa? Bem, de certa forma sim.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

[Resenha - Rocco] Resistência

Postado por Ju às 23:30 13 comentários
Título: Resistência
Autora: Affinity Konar
Tradução: Alyda Saber
Editora: Rocco
(Selo Fábrica231)
Número de páginas: 320
Skoob
Auschwitz, 1944. As gêmeas Pearl e Stasha têm 12 anos quando desembarcam no campo de concentração nazista na Polônia. À medida que conhecem o horror e têm suas identidades fraturadas pela dor e pelo sofrimento, tentam confortar uma à outra e criam códigos e jogos para se proteger e recuperar parte da infância deixada para trás. Mas quando Pearl desaparece sem deixar pistas, Stasha se recusa a acreditar que a irmã esteja morta e embarca numa jornada desesperada em busca de justiça, paz e de si mesma.

Em Resistência, conhecemos Stasha e Pearl, gêmeas daquele tipo que leem os pensamentos uma da outra. As garotas têm uma vida feliz até que os judeus passam a ser perseguidos. Acabam indo parar em Auschwitz, e lá são separadas da mãe e do avô - o pai já havia desaparecido e sido dado como morto pelas autoridades, que afirmavam que ele teria se matado, o que ninguém da família se convenceu de que poderia ser verdade.

As duas vão parar no Zoológico, como é chamado o local em que são mantidos gêmeos e outros seres peculiares (como anões), segundo a opinião de seu dirigente, Josef Mengele. Vocês já devem ter ouvido falar desse nome, um ser que se dizia médico e que usava pessoas que considerava apenas como objetos para suas experiências absurdas (para usar uma palavra delicada)

sexta-feira, 2 de junho de 2017

[Resenha - Rocco] Brisingr

Postado por Ju às 23:30 21 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou dos livros anteriores da série.

Título: Brisingr
Autor: Christopher Paolini
Tradução: Waldéa Barcellos | Alexandre D'Elia
Livro #3 do Ciclo A Herança
Editora: Rocco
Número de páginas: 708

Brisingr é o terceiro e penúltimo livro do Ciclo A Herança. A saga acompanha a vida de Eragon, que é um Cavaleiro do Dragão na Alagaësia e luta junto com seu dragão, Saphira, para acabar com o reinado o cavaleiro do mal, Galbatorix. Primeira palavra da língua antiga aprendida por Eragon, Brisingr tem um significado especial para o jovem Cavaleiro, mas Christopher Paolini adianta que sua importância para o protagonista é ainda maior do que o próprio Eragon poderia imaginar. “Brisingr foi uma das primeiras palavras que eu imaginei para este título”, declarou Paolini, “e ela sempre soou certa para mim.” No novo livro, os leitores descobrirão seu real significado para o herói desta saga que conquistou milhões de leitores ao redor do mundo.

Brisingr é o terceiro livro do Ciclo A Herança, composto por quatro volumes. Seria o último, mas Christopher esclarece em seus agradecimentos que ele ficou tão maior que o previsto que foi necessário estender a série - mas lembrem-se de que agora ela já está finalizada, inclusive já estou com o quarto e último livro aqui e mal vejo a hora de ler!

O protagonista dessa história é Eragon, um garoto que viveu toda a sua vida em uma pequena vila. Sua rotina se transforma completamente quando encontra uma pedra que mais tarde descobre ser um ovo de dragão - isso faz com que se torne um Cavaleiro de Dragão, já que dragões podem levar o tempo que quiserem para sair de seus ovos e só fazem isso quando encontram alguém que escolhem para ser seu companheiro de vida, que pode ser um humano ou um elfo.
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo