domingo, 30 de abril de 2017

[Resenha - Planeta] Cantos do Pássaro Encantado

Postado por Ju às 23:30
Título: Cantos do Pássaro Encantado
Autor: Rubem Alves
Editora: Planeta
Número de páginas: 144

Cantos do Pássaro Encantado é uma reunião de crônicas sobre as fases do amor, desde o encantamento inicial, quando tudo é sonho e os olhos dos amantes só existem para o outro, até o fim melancólico de uma história que, por diversas razões, ou sem razão alguma, não pode mais existir. Mas Rubem Alves nos mostra, com a maestria que lhe é peculiar, que ainda há esperança e que, após a morte do amor, sempre há a possibilidade de ressurreição. Permeando o texto com experiências vividas e sofridas, Rubem Alves nos presenteia com um livro que é uma tradução apaixonada de seus amores, em todo seu enredo de vida, morte e ressurreição. "Gostaria que esse pequeno livro que escrevi sobre o amor, suas alegrias e tristezas, fosse um pedaço de mim. Porque, ao escrevê-lo, coloquei-me no lugar dos amantes e, pela magia da imaginação, procurei sentir o que eles sentiram: as alegrias dos amantes felizes e as tristezas dos amantes abandonados. Espero, então, que aconteça com os que o lerem aquilo que aconteceu comigo: que eles também se deixem ser possuídos pela magia da ficção e sintam, na fantasia, as emoções do amor, sem precisar senti-las na carne." Rubem Alves

Quem acompanha o blog sabe que não costumo ler livros de qualquer gênero de texto curto (contos, crônicas, poesias...) porque é difícil algo do tipo realmente me envolver e me conquistar. Mas, quando vi o lançamento dessa obra, misteriosamente me deu vontade de ler e fico muito feliz que isso tenha acontecido, porque amei de verdade o que encontrei.

Sério, quando se fala em crônicas, penso em algo bem diferente, em textos curtos retratando o cotidiano. O que o autor fez aqui para mim chegou a outro nível. Vejo mais como uma enorme homenagem ao amor, o livro é repleto de referências a casais famosos, a livros, a filmes... Rubem Alves nos conta histórias bem conhecidas, mas da sua maneira. E ao mesmo tempo em que conta recria algumas do jeito que poderiam ter acontecido. Bom, posso estar falando besteira, mas foi isso o que tive a impressão que estava sendo feito.

O livro não tem uma ordem certinha. Ele fala de uma coisa, depois de outra, aí retoma o primeiro assunto e segue em frente com ele. Do nada uma personagem de que você achou que já tinha se despedido reaparece. Não é que tudo esteja interligado, não se trata de uma única história e sim de várias sendo contadas ao mesmo tempo, como se estivéssemos conversando com um amigo e aí vários assuntos fossem surgindo, sendo substituídos por outros e depois a gente se lembrasse de um detalhe sobre o assunto anterior e quisesse retomá-lo.

Temos também a inserção de vários textos de autores famosos, sendo que há um número muito grande de poesias, e incrivelmente elas conseguiram mexer comigo. Não sei se por estarem inseridas no restante do texto, ou por ser uma seleção fantástica capaz de "falar" até mesmo com uma pessoa que normalmente não consegue entender poesia.

O Pássaro Encantado do título tem sua própria história, ele é realmente Encantado e ama uma Menina, mas não pode estar sempre com ela. Canta maravilhosamente bem e tem uma pelagem extraordinária que muda de acordo com os lugares que visita, mas para o encanto continuar funcionando precisa se afastar e depois voltar para contar à Menina suas histórias. O amor entre eles é o que faz o Pássaro ser quem é, e a saudade que eles sentem alimenta esse amor. É uma linda história, como todas as outras que Rubem decidiu contar.

Enfim, foi uma leitura que me encantou, fica até difícil falar sobre o livro porque é uma das coisas mais diferentes, marcantes e sensíveis que já li. Minha única tristeza é só ter dado atenção a uma obra do autor depois de seu falecimento, que aconteceu em 2014. Adoraria ter tido a oportunidade de conhecê-lo.

14 comentários:

  1. Oie, tudo bem?! É muito bom quando arriscamos sair de nossa zona de conforto com a leitura e somos lindamente surpreendidas!
    Que bom que a leitura te agradou, dica anotadíssima!!!

    ResponderExcluir
  2. A capa desse livro me lembrou do "Mil e uma noites" da Intrinseca, ambos são lindos. É sempre bom ser surpreendida por um gênero ou livro que "nunca leríamos." e compartilhar a experiência.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    Lembro de quando eu estava no ensino fundamental e médio, gostava muito de ler crônicas, principalmente do Rubem Alves. Hoje em dia também não me interesso mais por esse gênero. Gostei da sua resenha e senti vontade de relembrar os velhos tempos, lendo um crônica bem engraçada!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    É tão bom quando textos curtos nos surpreende né?! Tenho a mesma dificuldade que você em ler coisas do tipo, raramente livros do gênero me prende e às vezes prendem tanto que fico esperando uma continuação que sei que não virá. Enfim, darei uma olhadinha pela net para conhecer melhor a obra.

    ResponderExcluir
  5. Oioi
    Eu amo contos, mas confesso que crônicas também é meio difícil para mim, mais por causa dos temas abordados do que pelo gênero em si. Mas a pesar do tema amor não ser dos meus favoritos, fiquei curiosa com o livro, esse jeito 'conversa' me agrada muito. Dica anotada.

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Nossa, que pena que não conheceu o autor antes!
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas adorei o que apontou na história, e tudo o sentiu durante a leitura.
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Li Rubens Alves tem muito tempo e fiquei bem interessada nesta leitura aqui, encantada pela história do pássaro e das penas que mudam de acordo com o ambiente. Quero muito ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, adoro livros de contos, por se mais rápido de ser ler. A premissa desse, é bem interessante. Gostei disso ter textos e alusão a casais famosos e livro, com certeza leria alguma hora.

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!

    Ju, eu não conhecia essa obra e fiquei feliz e saber sobre a história.
    Que bom saber que é um livro que te encantou tanto, mesmo fugindo do que eu costumo ler, fiquei curiosa.
    Pena que não teve oportunidade de conhecer o autor, mas mesmo assim valeu a leitura!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Amei! Confesso que não conhecia, mas já fiquei encantado pela resenha e da forma que o livro te agradou, sem sombra de dúvidas já queria ler agora. Mas vou dexiar na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  11. Rubens Alvez tem um jeito de nos tocar ne!
    Adorei saber mais do livro e ja vi que preciso ler logo.
    Entendo qdo fala que é dificil externalizar o que sentiu lendo, tem livros que nos fazem sentir isso mesmo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Eu tenho a mesma impressão que você, sobre livros pequenos, mas, que bom que essa obra lhe conquistou, deu para sentir que o livro realmente lhe pegou pelo laço.

    Confesso que não é meu estilo de leitura, mas que, devido a forma intensa com que você o apresentou, fiquei com vontade de dar uma chace a obra. Dica anotada!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Que bom que a leitura te encantou, sair da zona de conforto às vezes no surpreende. Comigo acho que não funcionaria tão bem pelo fato de personagens entrarem e saírem de cena quando se pensa que eles já tinham ido rsrs.

    ResponderExcluir
  14. De vez em quando, gosto de me aventurar por estilos não tão comuns ao nosso repertório. Gosto de ler histórias curtas até para relaxar de livros mais longos. Então, agradeço bastante por esta indicação, porque ainda não conhecia. Irei procurar! Obrigada!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo