segunda-feira, 31 de março de 2014

[Resenha - Arqueiro] O Menino da Mala

Postado por Ju às 19:30
Título: O Menino da Mala
Autoras: Lene Kaaberbol e Agnete Friis
Tradução: Marcelo Mendes
Livro #1 da série Nina Borg
Editora: Arqueiro

Sinopse: Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo. Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado. Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.

Desde que vi essa capa pela primeira vez, quis ler esse livro. Ela é linda e a frase que está estampada nela, "O que você faria se encontrasse dentro de uma mala um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo?", me atraiu de um jeito absurdo. 

É um livro policial, mas na verdade a participação da polícia é mínima. Um garotinho de 3 anos, Mikas, desaparece na Lituânia. Duas mulheres, sem nenhuma ligação uma com a outra, se tornam as investigadoras dessa história. 

Uma delas é Sigita, a mãe do garoto. Tem certeza de que alguém sequestrou seu filho, embora não consiga lembrar como isso aconteceu. Acordou no hospital enquanto lhe faziam uma lavagem estomacal pois, aparentemente, levou um tombo e encontraram um índice altíssimo de álcool em seu sangue - o que ela realmente não consegue entender, pois não tem o hábito de se embriagar. Vai à polícia e percebe que não acreditam muito nela. Decide investigar por conta própria.

A outra mulher é Nina Borg. Uma enfermeira que está acostumada a lidar com imigrantes ilegais - junto com um médico, os ajuda a sobreviver quando entram na Dinamarca. Recebe uma ligação de uma grande amiga, com quem não fala há certo tempo. A mulher parece desesperada e dá instruções para que Nina busque uma mala, com um conteúdo misterioso, em um guarda-volumes. Quando Nina a abre, encontra uma criança que, incrivelmente, ainda está viva. Pouco tempo depois vê um tumulto: um homem grita enlouquecido em frente a um armário, o mesmo armário em que ela encontrou o garoto. Não pensa duas vezes, embarca numa jornada com o objetivo de salvar aquela criança. Um ser indefeso que fala outra língua e não pode lhe dar nenhuma pista sobre quem é ou de onde veio.

Achei a história fantástica. No início, acreditei que encontraria algo bem diferente. Não esperava ficar sem fôlego durante toda a leitura; não imaginei que não conseguiria me separar do livro nem por um minuto. Mas foi o que aconteceu. A narrativa me envolveu tanto que não consegui selecionar nem um único quote para colocar na resenha. Quanto mais eu lia, mais curiosa ficava. 

No início, as autoras nos apresentam a várias histórias paralelas, que com o tempo se interligam de forma perfeita. Descobri um pouco antes dos envolvidos o que estava acontecendo, e isso só me fez ficar mais chocada. É impressionante como existem pessoas no mundo que não parecem ter um resquício de humanidade dentro delas. Pessoas que só enxergam o dinheiro e tudo o que ele pode oferecer. Felizmente, o livro também mostra o outro lado. Algumas personagens arriscam a própria vida e a vida das pessoas que amam apenas para fazer o bem. 

Tudo é bem amarrado na narrativa, as autoras não deixam pontas soltas. No final, encontramos um gancho perfeito para o próximo volume. A história contada em O Menino da Mala tem uma conclusão; o livro seguinte contará a história de outra pessoa que conhecemos apenas superficialmente nesse. Espero que o segundo volume seja publicado logo, porque a Nina é realmente uma mulher extraordinária. Torço para que ela também consiga ter o seu final feliz.

Resenha postada no skoob.

16 comentários:

  1. Tenho vontade de um dia ler, só leio resenhas positivas.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Assim como vc, desde a primeira vez que vi a capa desse livro quis ler e ainda mais depois de ler várias resenhas elogiando o livro. Pretendo ler em breve.
    Beijos.

    http://likelivros.blogspot.com.br/2014/03/resenha-cidades-de-papel-john-green.html#comment-form

    ResponderExcluir
  3. Vendo a capa agora, achei que fosse uma história infantil e não algo tão tenso... tanto que não dei a mínima qdo esse livro foi lançado. Aqui, pra mim, ser o famoso ditado "não julgue o livro pela capa" ¬¬

    ResponderExcluir
  4. Estou com esse livro na minha lista de desejados há tempos. A capa é mesmo fantástica, chama muito à leitura. Também tenho uma ideia da história e nem imagino encontrar outra coisa, vc me deixou curiosa! :)
    Ah, e não sabia que era uma série!! Mas ainda bem que tem conclusão ainda no primeiro volume, ufa!
    beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju!

    Também acho a capa desse livro linda e a frase de divulgação causa impacto mesmo. Eu imagino sobre o que seja, mas talvez esteja errada. Gostei muito da premissa e entendo sua revolta, pois tem muito disso no mundo mesmo. Adorei a resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Também amei essa capa desde a primeira vez que vi! Não curto muito livro policial, por isso não comprei o livro. Mas essa capa é uma tentação! Rsrsrs...

    Beijinhos!

    http://citacaonumclick.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju,
    tudo bem?
    Nossa, que resenha, foi você que me deixou sem fôlego. Eu já li algumas resenhas sobre esse livro, e todas foram positivas, então, já estava na minha lista. Mas definitivamente, nenhuma delas foi escrita com tanta paixão como a sua.
    E realmente, essa capa me instigou desde o início. E o tema abordado no livro, sem palavras tamanha crueldade.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. INTENSA!!!! está é a palavra que ficou para mim ao ler sua resenha, Jú. Deu uma "coisa" no estômago, uma criança envolvida, isto mexe muito comigo e confesso que fiquei muito curiosa para saber o que acontecerá com ele e com Nina, que deve ser uma pessoa humana e solidária ao extremo.

    Bjs
    Tânia Bueno
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Ju.
    A capa desse livro é tão linda que eu fico tentada a ter ele, mas quando eu penso na história mudo de ideia, acho muito densa.Imagina: encontrar uma criança em uma mala?! Por mais que a narrativa da autora seja instigante e envolvente e eu tenha sentido toda sua empolgação na resenha, eu tenho receio de ler.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju...
    A capa é realmente fascinante, gostei muito. A premissa do livro não me chamou atenção. Não me despertou. Mas pelo o que você disse a história é bem tensa e envolve o poder das pessoas que só pensa em dinheiro sem medir nenhum ato e nenhuma consequência. Isso é muito triste porque hoje em dia eles não olham para nada parece que a oportunidade fazer o mal aparece e você simplesmente tem que pegar. Muito triste tudo isso. Enfim como também tem o outro lado para equilibrar que existem pessoas de bom coração que também tem o objetivo de fazer o bem. Ótima resenha. Xero!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Li o livro e gostei também da narrativa das autoras, o melhor foi que as pontas foram odas ligadas, não deixando aquela dúvida no ar.
    Conseguimos vê e imaginar esses dois estremos, pessoas que fazem de tudo por dinheiro e outras pelo bem do próximo.
    Não sei ainda se vou ler o próximo, mas quero sim.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  12. Que legal a resenha, ainda não conhecia esse livro e achei bem interessante. Adoro estórias com investigações e mistérios e este me deixou muito curiosa, fiquei com vontade de acompanhar como será desvendado. Gostei de saber que a autora soube trabalhar para não deixar pontas soltas, parece ser uma ótima leitura! :)

    ResponderExcluir
  13. ESPETÁCULO!
    Adorei a resenha, fiquei super curiosa da história.
    Se eu achasse essa mala, com certeza ficaria e adotaria essa criança. Sou mãe, tenho 2 filhos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Ju!
    Linda sua resenha, eu consegui sentir o quanto vc gostou da obra!
    Eu adoro o gênero policial, apesar de não ler o quanto eu gostaria.
    O que me prendeu logo de inicio na sua resenha foi o que te chamou atenção também na obra, a frase sobre o menino vivo dentro da mala! Achei forte e me instigou a ler e descobrir como essa história é levada. Eu gosto muito de quando as histórias são intercaladas e se encontram em um ponto da narrativa!
    E já aconteceu comigo de não parar de ler nem para marcar os trechos! hahahha
    Mas dá uma pena depois, que dá vontade de ler novamente para anotar, né!?
    Parabéns para resenha! Pretendo ler essa obra!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ola como vai Ju ?
    Eu me interessei por este livro desde o ano passado quando vi alguns blogueiros fazendo a divulgação dele, a sinopse me encantou e eu fiquei bem animado para lê-lo, gostei bastante da sua resenha só ressaltou o quanto o livro é bom e o quanto você gostou, gostaria muito de poder adquirir essa obra, mas estou com várias leituras atrasadas :s
    Beijos, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Ju.

    A Arqueiro é uma editora que tem um foco grande em romances policiais. Eu cheguei a ler alguns, mas o trauma foi maior e prefiro não lê-los.

    Beijo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo