terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

[Resenha - Martin Claret] Emma

Postado por Ju às 18:00 15 comentários
Título: Emma
Autora: Jane Austen
Tradução: Adriana Sales Zardini
Editora: Martin Claret
Número de páginas: 600

Emma Woodhouse é uma mulher rica e aparentemente esnobe, mas no fundo, sua maior ambição na vida é ver os outros felizes. Quando decide que tem o talento para formar novos casais, passa a trabalhar de cupido na pequena aldeia inglesa de Hartfield. Emma foca suas atenções em Harriet Smith e em meio à busca de pretendentes para a amiga se mete em diversas confusões, sempre resgatada pelo amigo, o cavalheiro sr. Knightley.


Na contracapa do livro há a informação de que Jane Austen disse que Emma Woodhouse é o tipo de “heroína que ninguém, além dela própria, iria gostar muito”. E bem, no início desse livro fui obrigada a concordar. Emma disse e fez algumas coisas que me causaram certa antipatia. 

Foi difícil encarar sua quase aversão às classes inferiores à dela; o modo como visitava algumas pessoas completamente por obrigação, pensando que estava fazendo uma grande coisa; sua birra com pessoas reservadas e seu intrometimento na vida alheia por considerar que estava sempre certa e que seu instinto casamenteiro era infalível. Vocês não têm ideia de como me irritei.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

[Resenha - Planeta] O escravo: da África para a senzala

Postado por Ju às 20:00 18 comentários
Título: O escravo - da África para a senzala
Autores: Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho | Espírito Antônio Carlos
Editora: Planeta
(Selo Academia)
Número de páginas: 240
Skoob


Novo livro da autora do best-seller Violetas na janela. Uba vivia tranquilamente numa aldeia na África com a esposa e duas filhas, quando esta foi invadida por mercenários em busca de escravos. Uba viu sua esposa ser morta e não conseguiu socorrê-la. Começou ali uma vida diferente para ele, de privações e humilhações. Sem entender, foi preso junto a outros homens e, num navio, foi levado para longe. Veio para o Brasil, foi comprado como uma mercadoria e levado para uma fazenda, para a senzala. Passou a ser chamado de João, e tudo mudou. Aos poucos, foi entendendo o que era ser escravo. Foi no cativeiro que seu espírito aprendeu muitas coisas e mudou sua relação com o trabalho. O escravo – Da África para a senzala é um livro que emociona. Vale a pena ler esta obra que, em forma de romance, conta um pouquinho sobre como era ser escravo nas terras brasileiras.


Uba vivia com sua mulher, de quem não gostava muito, e com as duas filhinhas, que adorava, em uma aldeia na África. Sua sogra um dia foi visitá-los e fazer um convite para que se mudassem, já que uma pessoa da aldeia em que ela morava havia tido uma visão que mostrava que se continuassem por lá teriam que enfrentar um enorme sofrimento.

Guá previu perigo. (...) Não para nossa aldeia, (...) para as de baixo. Disse que seres esquisitos, demônios, atacariam o vale com armas que cospem fogo. Eles são fortes e maus. Muitos irão morrer, e outros serão levados para trabalhar para eles.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

[Resenha - Arqueiro] Ninfeias negras

Postado por Ju às 22:00 19 comentários
Título: Ninfeias negras
Autor: Michel Bussi
Tradução: Fernanda Abreu
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 352
Skoob

Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho. É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte – principalmente as protagonistas. Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.

Giverny. Um vilarejo eternizado por Monet em suas pinturas. O lar de três mulheres diferentes, mas com algo em comum: a vontade de deixar aquele lugar para sempre.

Giverny é uma armadilha! Um cenário maravilhoso, sem dúvida alguma. (...) Mas vou lhe confessar: o cenário está paralisado. Petrificado. É proibido mudar a decoração de qualquer casa, pintar uma parede, colher uma mísera flor. Dez leis proíbem tudo isso. Nós aqui vivemos dentro de um quadro. Estamos emparedados!

sábado, 25 de fevereiro de 2017

[Resenha - Rocco] Crave a marca

Postado por Ju às 23:30 23 comentários

Título: Crave a marca
Autora: Veronica Roth
Tradução: Petê Rissatti
Livro #1 da série
Editora: Rocco
Número de páginas: 480

Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que terá lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.

Em Crave a marca, conhecemos um universo diferente. Nele, existe a corrente, algo que está presente em tudo o que vive. A história se passa principalmente em planetas que estão dentro da barreira do fluxo-da-corrente, mas também ouvimos falar de lugares que ficam além dela, na “Borda”. 

Este fluxo pode ser visto e sentido pelas pessoas, e se manifesta em cada uma delas através de dons - que várias vezes parecem maldições - que têm a ver com a personalidade de cada um ou com as necessidades enfrentadas.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

[Livro x Filme] Lion: uma jornada para casa

Postado por Ju às 23:30 13 comentários
Lion: uma jornada para casa
Data de lançamento 16 de fevereiro de 2017 (1h 58min)
Direção: Garth Davis
Elenco: Dev Patel, Rooney Mara, Nicole Kidman e outros
Gêneros: Biografia, Drama, Aventura
Nacionalidades: Estados Unidos | Austrália | Reino Unido

Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.



Lion: uma jornada para casa é o filme baseado em Uma longa jornada para casa, livro que resenhei há alguns dias para vocês. Hoje vou falar brevemente sobre minhas impressões a respeito da adaptação. Não vou resumir a história, deixarei apenas a sinopse acima e o trailer no final da postagem, assim vocês conseguirão ter ideia do que se trata. E também podem ler a resenha do livro para saber mais sobre o enredo. :)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

[Quotes] Meio Mundo

Postado por Ju às 21:30 18 comentários
Oi gente!

Hoje trago para vocês alguns quotes que selecionei do livro Meio Mundo, de Joe Abercrombie, o segundo da trilogia Mar Despedaçado. Os quotes não possuem spoilers, mas a sinopse sim (pelo menos para quem não leu o primeiro livro, Meio Rei), então aconselho que caso não conheçam a série ainda passem direto para os trechos que separei. A resenha também não contém spoilers nem do primeiro livro, vocês podem acessá-la clicando aqui. :)

Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem. Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas. Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo. A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira. Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.

“Um homem que dedica todos os pensamentos a fazer o bem e nenhum às consequências… (...) É um homem perigoso.”

“Não temos muito tempo, e o tempo passado com pena de nós mesmos é tempo desperdiçado.”

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

[Resenha - Planeta] Ruído Branco

Postado por Ju às 15:00 18 comentários
Título: Ruído Branco
Autora: Ana Carolina
Editora: Planeta
Número de páginas: 144

Ana Carolina é uma das mais populares cantoras de MPB na ativa. Em 17 anos de carreira ela já vendeu mais de 5 milhões de discos e acumulou prêmios nacionais além de duas indicações ao Grammy Latino. Seus fãs conhecem seu lado de compositora, arranjadora e pintora, mas em Ruído Branco, seu primeiro livro, eles serão apresentados a uma nova faceta que desconhecem: poeta. Neste livro de capa dura e recheado de telas e fotos exclusivas de sua intimidade, Ana Carolina apresenta mais de 50 poesias, prosas e letras inéditas escritas ao longo da sua vida.


Ruído Branco é um livro que nos apresenta várias faces de Ana Carolina. Conhecemos a autora de prosa, a autora de poesia, a compositora, a pintora... Eu, particularmente, nunca tinha visto nada pintado por ela e fiquei hipnotizada pela imagem da tela “Raio de sol”. Queria um dia ter a chance de vê-la pessoalmente.

Normalmente tenho problemas com textos curtos, não escondo isso de ninguém. Mas faço questão de ler livros de pessoas que admiro, então resolvi me arriscar. Claro que não me identifiquei com tudo, mas me identifiquei com bastante coisa.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

[Resenha - Arqueiro] Meio Mundo

Postado por Ju às 15:00 20 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou do livro anterior da trilogia. Caso não tenha lido o primeiro volume, recomendo que pule a sinopse.

Resenha de Meio Rei.

Título: Meio Mundo
Autor: Joe Abercrombie
Tradução: Alves Calado
Livro #2 da trilogia Mar Despedaçado
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 368


Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem. Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas. Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo. A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira. Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.


A trilogia Mar Despedaçado tem seu foco em Gettland, mais especificamente em sua cidade principal, Thorlby. Lá existe um rei, que se submete ao Rei Supremo, que é considerado algo entre os reis e os deuses. Bem, na opinião dele, ocupa um lugar muito mais importante: está abaixo apenas da Divindade Única, já que não acredita na Fragmentação da Divindade em que grande parte dos reinos acredita, que teria gerado deuses maiores e menores, estando entre os maiores o Pai Paz e a Mãe Guerra.

Embora existam Ministros, que atuam como conselheiros dos reis e têm uma organização muito particular, para lembrar sempre os governantes da importância do Pai Paz, muitos dos reis têm a Mãe Guerra como sua deusa favorita. O Rei Supremo proibiu que guerreiem, mas ao mesmo tempo ataques acontecem a Gettland. O povo de lá não admite mais a situação, e pretende revidar. Só que isso pode fazer com que meio mundo se vire contra o reino.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

[Resenha - Record] Uma longa jornada para casa

Postado por Ju às 16:00 20 comentários

Título: Uma longa jornada para casa
Autor: Saroo Brierley
Tradução: Evandro Ferreira
Editora: Record
Número de páginas: 240


Aos 5 anos, Saroo pede ao irmão mais velho que o deixe acompanhá-lo à cidade onde ele passava os dias em busca de dinheiro e comida. Durante a viagem, o menino adormece. Ao despertar, confuso, se vê sozinho na estação de trem. Ele não sabe onde está o irmão, mas vê um trem parado. Imaginando que Guddu poderia estar lá dentro, Saroo embarca no vagão, e isso o faz atravessar a Índia. Sem saber ler nem escrever, e sem ideia do nome de sua cidade natal ou do próprio sobrenome, ele é obrigado a sobreviver sozinho nas ruas de Calcutá até ser levado para uma agência de adoção e ser escolhido por um casal australiano. Os anos se passam e, ainda que se sinta extremamente agradecido pela nova oportunidade que os Brierleys lhe proporcionaram, Saroo não esquece suas origens. Até que, com o advento do Google Earth, ele tem a oportunidade de procurar pela agulha no palheiro que costumava chamar de casa, e investiga nas imagens de satélite os marcos que poderia reconhecer do pouco que se lembra de sua cidade. Um dia, depois de muito tempo de procura, Saroo encontra o que buscava, mas o que acreditava ser o fim da jornada é apenas um novo começo.


Esse livro chegou de surpresa, e provavelmente eu nunca o teria lido de outra forma. Isso porque ele é baseado na história da vida do autor, e tenho certa resistência com esse tipo de enredo. Mas peguei para dar uma olhada e decidi ler o prólogo, que narra o dia em que, 25 anos depois de ter se perdido, Saroo volta para a Índia em busca de sua família biológica. As poucas páginas me pegaram de jeito e só larguei o livro quando o terminei.

Não sei nem como descrever o quanto a experiência foi enriquecedora, mas também extremamente dolorosa, principalmente no início, na parte em que a infância dele na Índia foi narrada. Apesar das condições precárias em que vivia com a família, em um cômodo minúsculo e achando normal passar fome com frequência, Saroo era feliz ao lado da mãe, dos dois irmãos e da irmãzinha caçula.

Hoje, acho inacreditável - assim como o acham pessoas que visitam a Índia - que alguém possa se lavar ou se banhar em um rio que também serve de esgoto e cemitério, entretanto naquela ocasião não pensei duas vezes. Era um rio, e rios são para isso.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

[Resenha - Darkside] O último adeus

Postado por Ju às 23:30 15 comentários
Título: O último adeus
Autora: Cynthia Hand
Tradução: Carolina Coelho
Editora: Darkside
Número de páginas: 354
Skoob


A autora de fantasia que está encantando leitores com a força de sua escrita lança seu primeiro romance contemporâneo – uma trama comovente e impactante situada nos dias de hoje. Depois de sucessos internacionais como a saga 'Sobrenatural', Cynthia Hand demonstra todo o seu talento numa história sobre perda, culpa e superação. "O Último Adeus" é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante. "O Último Adeus" é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.


Lex perdeu o irmão há um mês e meio. No dia 20 de dezembro, ele se matou. Já havia tentado antes, sem sucesso, mas ela acreditava que ele estava melhor, todos acreditavam. Só que pelo jeito estavam errados. Ty deixou apenas um post-it com os dizeres: “Desculpa, mãe, mas eu estava muito vazio”.

Existe morte ao nosso redor. Em todos os lugares para onde olhamos. 1,8 pessoa se mata a cada segundo. Só não prestamos atenção. Até começarmos a notar.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

[Divulgação] Lançamentos da Planeta

Postado por Ju às 23:30 16 comentários
Vamos conhecer os lançamentos da Planeta? Em breve resenharei o primeiro livro por aqui. :)

O Guardião Invisível - Dolores Redondo

O corpo de uma adolescente é encontrado às margens do rio Baztán, num pequeno povoado em Navarra, na Espanha, e para desvendar o caso a investigadora Amaia Salazar precisa voltar à sua terra natal, uma região da qual sempre tentou escapar – por motivos que nem seu marido conhece, mas que ainda a atormentam na forma de pesadelos. Amaia sabe que o local, marcado pela inquisição espanhola, é cheio de velhas crenças pagãs. O que ela não imagina é que, com o avanço da investigação e a descoberta de novos corpos, a fronteira entre mitologia e a realidade ficará cada vez mais tênue. O desafio agora é descobrir se os crimes resultam da ação de um serial killer ou de uma criatura mítica conhecida como basajaun, o guardião invisível. Adaptado para o cinema em 2017, o romance O guardião invisível é um thriller impactante que une os misteriosos seres que habitam a mitologia basca com o rigor de uma investigação policial. Foi com este romance que a escritora Dolores Redondo se tornou best-seller internacional.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

[Divulgação] Lançamentos da Arqueiro

Postado por Ju às 15:00 23 comentários
Hoje vou mostrar os lançamentos do mês da Arqueiro. Espero que curtam! Resenharei de início os dois primeiros aqui no blog, mas no futuro apresentarei mais alguns deles a vocês.

A cabana - William P. Young (edição especial com nova capa, texto inédito do autor e caderno de fotos com cenas da adaptação para o cinema)

Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, a partir do entusiasmo e da indicação dos leitores, se tornam um fenômeno de público – com quase 20 milhões de exemplares vendidos no mundo – e de imprensa. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia. Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre. Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento? As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama. Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

[Quotes] Eragon

Postado por Ju às 15:00 18 comentários
Hoje trago para vocês quotes de um livro de fantasia que amei: Eragon. A resenha foi postada na semana passada, para acessá-la é só clicar aqui.

Eragon é uma história repleta de ação, vilões e locais fantásticos, com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espada, inesperadas revelações e uma linda donzela. Inspirado em J.R.R. Tolkien, que criou idiomas para os diálogos de seus personagens, Paolini utiliza o norueguês medieval para a linguagem dos elfos e inventa expressões específicas para os anões e os urgals, de modo a dar veracidade ao lendário reino da Alagaësia, onde a guerra está prestes a começar. O protagonista é um jovem de 15 anos que, ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império, na qual ele é a peça principal. A vida de Eragon muda radicalmente ao descobrir que a pedra azul é, na realidade, um ovo de dragão. Quando a pedra se rompe e dela nasce Saphira, Eragon é forçado a se converter em herói. Involuntariamente, o jovem é lançado para um arriscado mundo novo movido pelas tramas do destino, da magia e do poder. Empunhando apenas uma espada lendária e seguindo as sábias palavras de um velho contador de histórias, Eragon e o leal dragão terão de se aventurar por terras perigosas e enfrentar inimigos das trevas em um Império governado por um rei cuja maldade não conhece fronteiras. A Eragon foi dada a responsabilidade de alcançar a glória dos lendários heróis da Ordem dos Cavaleiros de Dragões. Será que conseguirá vencer os obstáculos que o destino lhe reservou? As escolhas de Eragon poderão salvar – ou destruir – o mundo em que vive.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

[Resenha - Galera Record] Princesa das águas

Postado por Ju às 15:00 17 comentários
Título: Princesa das águas
Autora: Paula Pimenta
Livro #3 da coleção Princesas Modernas
Editora: Galera Record
Número de páginas: 368

Arielle Botrel é uma nadadora famosa, prestes a viver o maior desafio de sua vida: participar das Olimpíadas pela primeira vez. Porém, ao contrário do que todos pensam, ela não possui tudo que deseja. Por ser a filha caçula de uma grande família, a garota é muito protegida e, apesar das medalhas e dos troféus, sonha com uma vida diferente, onde possa ser livre. Até que um dia um acidente faz tudo mudar. Arielle é apresentada a um mundo diferente... E nele existe alguém que vira sua vida de cabeça para baixo. Porém, para conquistá-lo, ela terá que abrir mão de sua voz. Será que Arielle vai conseguir conquistar esse príncipe sem palavras? E se no coração dele já existir outra princesa?

Arielle Botrel é uma nadadora de 16 anos prestes a representar o Brasil nas Olimpíadas. Quando era mais nova, seu maior prazer era cantar, mas ao perceber que deixava seu pai triste quando fazia isso, já tinha a voz extremamente parecida com a da mãe, que morreu no parto dela, resolveu esconder sua voz. Nem mesmo quando suas cinco irmãs se tornaram popstars com o grupo Mermaid Sisters ela mudou de ideia.

Arielle decidiu optar pelo que faria seu pai mais feliz, então tornou-se nadadora, seguindo a profissão dele. Acontece que ela é uma adolescente e a disciplina que lhe é imposta o tempo todo acaba fazendo com que não ame mais completamente o que faz. Começa a desobedecer eventualmente ao pai e ao treinador, e é em uma dessas ocasiões que, de certa forma, conhece Erico Eggenberg, um tenista suíço. E aí se torna absolutamente fascinada por ele.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

[Divulgação] Lançamentos da Rocco

Postado por Ju às 15:00 24 comentários
Apresento a vocês os lançamentos do mês da Rocco. Podem aguardar resenhas dos dois primeiros livros. :)

O canto dos segredos - Tana French

Um detetive ambicioso em busca de uma chance de ascender profissionalmente; um homicídio que envolve adolescentes de um prestigiado internato católico de Dublin; uma investigadora durona com fama de poucos amigos. Ganhadora do prêmio Edgar e sensação do romance policial dos últimos tempos, a irlandesa Tana French junta, em O canto dos segredos, investigação policial, suspense e personagens muito bem construídos para contar uma história apontada como “um triunfo assombroso” pelo The Washington Post. Mais bem-sucedido livro da autora, no ranking do New York Times por semanas, O canto dos segredos tem início quando a adolescente Holly Mackey procura o detetive Stephen Moran com uma pista sobre o assassinato de um jovem nas dependências do tradicional colégio Sta. Kilda, um ano antes. Para solucionar o caso (e alcançar a posição que almeja na Divisão de Homicídios), Moran trava uma luta surda com a difícil Antoinette Conway, inicialmente encarregada do caso, numa trama que perpassa temas como as relações de amizade e poder, os excessos da juventude, vaidade, lealdade e diferenças sociais.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

[Resenha - Única Editora] A canção de Alanna: a primeira grande aventura

Postado por Ju às 15:00 21 comentários
Título: A canção de Alanna - a primeira grande aventura
Autora: Tamora Pierce
Tradução: Ana Resende
Livro #1 da série
Editora: Única
Número de páginas: 256

A coisa que Alanna mais quer no mundo é ser uma guerreira extraordinária, que vença batalhas e consiga ajudar as pessoas. Ela só tem um problema: no reino de Tortall, meninas não lutam, ou melhor, não fazem quase nada. Então, para realizar seu sonho, ela deve arriscar a própria vida tornando-se Alan de Trebond. Esta é sua primeira aventura, e pode ser a última caso ela não seja forte o bastante para superar as próprias limitações e controlar sua magia, que é mais poderosa do que a maioria das pessoas pode suportar. Para piorar, Alanna é a única capaz de combater o mal que se abateu sobre o reino de Tortall. Está em suas mãos salvar o herdeiro do trono e derrotar os seres milenares que habitam a terrível e amaldiçoada Cidade Negra. O fracasso não é uma opção. Sua grande batalha já começou. Ela pode morrer, ou pior: perder a própria alma para sempre!

Alanna e Thom de Trebond são gêmeos. Quando completam 10 anos, o pai deles toma sua decisão sobre o futuro dos dois: Thom será enviado ao Palácio para se tornar um cavaleiro e Alanna será mandada para o convento para que se torne uma dama. Mas eles não querem esse destino. Na verdade, gostariam de trocar de lugar… e percebem que é algo bem possível de acontecer.

Magros, com cabelos vermelhos e olhos violeta, os gêmeos são basicamente idênticos. Então decidem que Alanna cortará o cabelo e se apresentará ao Palácio como Alan, e Thom irá ao convento, o que permitirá que realize seu desejo de ser feiticeiro. Neste primeiro volume, a partir do momento em que os irmãos se separam, o foco é em Alanna e acompanhamos quase quatro anos de sua formação no castelo.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

[Resenha - Rocco] Harry Potter e a criança amaldiçoada

Postado por Ju às 16:00 25 comentários
Título: Harry Potter e a criança amaldiçoada
Autores: J. K. Rowling | John Tiffany | Jack Thorne
Tradução: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Número de páginas: 344

Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho do meio, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

Quase vinte anos se passaram desde o fim da série original. Hermione Granger é Ministra da Magia, casou-se com Rony Weasley e eles têm dois filhos. Harry Potter tornou-se Diretor de Execução das Leis da Magia, é casado com Gina e tem três filhos: Tiago, Alvo Severo e Lilian. 

Com Tiago, o mais velho, e Lilian, a caçula, o relacionamento é tranquilo. Já com Alvo, nem um pouco. Para piorar as coisas, no caminho de seu primeiro ano em Hogwarts o garoto faz uma amizade inusitada: torna-se próximo de Escórpio Malfoy, filho de Draco. Essa amizade só cresce depois que os dois são mandados para Sonserina pelo Chapéu Seletor. Para tornar ainda mais complicada a situação existe um boato de que Voldemort tem um filho que ninguém sabe quem é, e a maior suspeita recai sobre Escórpio. Mas será que o garoto merece ter que conviver com toda essa desconfiança?

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

[Quotes] As cordas mágicas

Postado por Ju às 15:00 17 comentários
Oi gente, boa tarde!

Hoje vai ao ar pela primeira vez a coluna de quotes do blog. Não farei postagens deste tipo de todos os livros que ler, mas os que tiverem mais quotes marcados aparecerão por aqui. Espero que curtam! 

Vamos começar com os quotes de As cordas mágicas. Caso não tenham visto a resenha do livro, e queiram acessá-la, é só clicar aqui. Antes dos quotes, vou deixar a capa e a sinopse do livro para quem não o conhece.

Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe. Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas. Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards. No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada. No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

[Divulgação] Lançamentos da Sextante

Postado por Ju às 15:00 24 comentários
Conheçam os lançamentos do mês da Sextante. :)

A dieta espiritual - Allan Percy

A dieta espiritual é um guia prático para nos ajudar a eliminar os hábitos e comportamentos que roubam a leveza do dia a dia. Neste livro, Allan Percy apresenta as 24 causas mais comuns da infelicidade humana e mostra como nos livrar delas, uma a uma, semanalmente. Do estresse ao rancor, do medo à impaciência, do perfeccionismo à hostilidade, cada capítulo aborda um tema, a partir de um exemplo simples do cotidiano. Em seguida, os melhores “nutricionistas espirituais” de cada assunto mostram como aquele comportamento afeta nossa saúde, nossa alegria e nosso bem-estar. Organizado como uma dieta com metas semanais, este livro tem como missão reduzir as medidas da infelicidade e da angústia, sentimentos que se instalam quando perpetuamos hábitos emocionalmente nocivos. Quando aprendemos a nos alimentar de emoções saudáveis, descobrimos: como a preocupação infundada diminui nossa autoconfiança; por que não devemos nos comparar aos outros, e sim nos inspirar neles; por que estar sempre na defensiva é uma fraqueza, e não um ponto forte; como o excesso de críticas pode prejudicar os outros e a nós mesmos; por que o perdão é mais libertador para quem perdoa do que para quem é perdoado.
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo