quarta-feira, 30 de setembro de 2015

[Resenha - Galera Record] Em Busca de Cinderela

Postado por Ju às 22:00 22 comentários
Título: Em Busca de Cinderela
Autora: Colleen Hoover
Tradução: Priscila Catão
Um conto da série Hopeless
Editora: Galera Record

O novo sucesso da autora de Hopeless. Daniel está no breu do armário de vassouras da escola – o perfeito esconderijo para quem quer fugir do mundo real –, quando uma garota literalmente cai em cima dele. Às cegas, eles trocam juras de amor; amor esse que vem com certas condições: deverá durar apenas uma hora e não passará de um faz de conta. Quando o tempo acaba, e a garota misteriosa foge como Cinderela à meia-noite, Daniel tenta se convencer de que o que aconteceu entre eles só parecia perfeito porque era puro fingimento. Um ano depois, Daniel conhece Six, e logo percebe que é possível nutrir um amor de conto de fadas por alguém completamente real. Especialmente quando os dois únicos amores de sua vida se revelam a mesma pessoa. Mas infelizmente, para Daniel, encontrar sua Cinderela não significa ser feliz para sempre… No mundo real, os problemas também são reais. E somente juntos eles vão perceber que o amor verdadeiro é capaz de provar que um casal não precisa ser perfeito para ter seu final feliz.

O livro já começou me surpreendendo com um conteúdo extra que foi colocado antes do conto propriamente dito. Primeiro, a Colleen esclarece que a intenção dela era publicar esta história apenas gratuitamente na Amazon, mas que os fãs fizeram questão de um livro físico para ter na estante - se eu tivesse lido o ebook, com certeza faria questão também... rs... Depois, a autora nos conta um pouco de sua vida; do que fez com que ela, após os 30 anos, retomasse o antigo sonho de escrever. Adorei conhecer parte da história dela! =)

Depois desses dois extras, começamos a acompanhar a história de Daniel - o melhor amigo de Holder - e de Six - a melhor amiga da Sky. Que, para quem não sabe, são os protagonistas de Um Caso Perdido e de Sem Esperança. Então, claro que esse casal que eu amo está presente! Foi uma delícia poder acompanhar um pouco mais da vida deles. 

terça-feira, 29 de setembro de 2015

[Resenha - Galera Record] À Procura de Audrey

Postado por Ju às 23:00 17 comentários
Título: À Procura de Audrey
Autora: Sophie Kinsella
Tradução: Glenda D'Oliveira
Editora: Galera Record

A autora de Becky Bloom em seu primeiro livro jovem adulto. Audrey é uma adolescente comum, igualzinha a tantas. Com 14 anos, estuda, se apaixona, entra em conflito com os pais, sonha, confia nas amigas. Até que começa a ser vítima de bullying. No início, parecia apenas uma pequena implicância, mas a provocação vai aumentando. Logo, a menina não consegue mais frequentar o colégio, nem ao menos sair de casa. O diagnóstico? Transtorno de ansiedade social, transtorno de ansiedade generalizada e episódios depressivos. Com a ajuda da Dra. Sarah, Audrey começa um lento, mas decisivo, caminho rumo à recuperação. E quando conhece Linus, parceiro de games do irmão, ela sente uma ligação. Seu sorriso de gominho de laranja é encorajador, e eles podem conversar sobre tudo: ansiedades, sonhos, medos. Ainda que de forma não muito convencional no início. Mesmo com as ressalvas da médica, a amizade se aprofunda — em meio a visitas ao Starbucks e pequenos desafios. Em pouco tempo, evolui para um romance que vai afetar toda a família. Por fim a normalidade parece apenas a um passo de distância. À procura de Audrey é um romance inspirador sobre família, primeiro amor e depressão.

Toda a primeira parte da sinopse não é algo que vemos retratado com detalhes no livro. Audrey é uma garota de 14 anos que sofreu bullying - o que acabou causando a expulsão das colegas que a perturbaram de várias formas, mas mesmo assim a garota deixou o colégio. Foi diagnosticada com transtorno de ansiedade social, transtorno de ansiedade generalizada e episódios depressivos. Conhecemos Audrey já alguns meses depois do acontecido, e podem desistir de saber o que ela passou exatamente porque a personagem não nos conta em nenhum momento. Exerce seu direito de não ter que dividir tudo com as pessoas. Aceitei que ela precisava agir assim e não me incomodou não saber os detalhes.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] Cinco Dias

Postado por Ju às 23:30 15 comentários
Título: Cinco Dias
Autora: Julie Lawson Timmer
Tradução: Ana Paula Corradini
Editora: Novo Conceito

Até que ponto você estaria disposto a se sacrificar por amor? Mara Nichols é uma advogada bem-sucedida, esposa e mãe dedicada. Ela está doente. Uma doença devastadora. Ela precisa colocar um fim ao sofrimento dos últimos tempos. Scott Coffman é um professor do ensino fundamental que precisa cuidar de um garoto de oito anos enquanto a mãe do menino cumpre pena na prisão. Mara e Scott têm apenas cinco dias para dizer adeus àqueles que amam. Essa talvez seja a maior prova de amor que poderiam dar a essas pessoas.

Scott Coffman é professor numa escola em que nem sempre é fácil aguentar o que vê acontecer com seus alunos. É treinador de basquete também, e o garoto mais talentoso que ele já treinou um dia aparece em sua porta com um enorme problema para resolver: sua mãe seria presa por um ano, e ele não conhecia ninguém que se dispusesse a cuidar de seu irmão menor. Scott e a esposa acabam concordando em ser guardiões do menino por um ano e uma semana, até que a mãe pudesse recebê-lo de volta, mas ele nunca imaginou que fosse se apegar tanto àquela criança. Agora, tem só mais cinco dias com Curtis. No sexto dia ele precisará ir embora.

Mara Nichols tem a doença de Huntington. Uma doença neurológica degenerativa que já a transformou em uma pessoa bem diferente, que não tem cura e nem ao menos tratamento. Desde a primeira linha do livro, sabemos o que ela planeja: se matar e, com isso, poupar a ela mesma e principalmente às pessoas que ama de vê-la definhar. O plano? Ela tem mais cinco dias para fazer tudo o que achar necessário e se despedir da melhor maneira possível. No sexto dia - seu aniversário - comprimidos, vodca e monóxido de carbono a libertarão daquele tormento.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] A Aposta

Postado por Ju às 17:00 15 comentários
Título: A Aposta
Autora: Vanessa Bosso

A primeira experiência amorosa de Nina não foi nada boa. Diante de tamanha decepção, a garota não quer saber de namorados e seu coração virou uma pedra de gelo. No colégio, os garotos lançam uma aposta a Lex, o grande pegador , daqueles que arrancam suspiros até mesmo de objetos inanimados. Será que ele, com todo seu poder de sedução, conseguirá conquistar o coração de Nina? De forma hilária e dinâmica, a autora levará os leitores a uma viagem inesquecível, na qual a amizade e o amor reinarão em absoluto... Até que uma vingança surja em cena para estragar tudo. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo está prestes a começar.

Nina mudou de colégio no segundo semestre do último ano do ensino médio e já causou alterações na estrutura informal mantida pelos alunos. As garotas que mandavam em tudo e humilhavam todas as outras acabaram recebendo um pouco do próprio veneno, e ganharam um apelido nada legal: kibis. Na verdade, é uma abreviação, mas não vou contar do que. Só digo que a líder delas - Bárbara - resolveu que a garota nova precisava pagar por ela ter que aturar as pessoas a chamando disso.

Nina também se tornou um desafio para os garotos, já que desde o início não permitiu que nenhum deles chegasse perto dela. A viagem de formatura se aproxima, e seus colegas lançam a grande aposta: Lex x Nina, em que o galã do colégio terá uma semana para fazer a garota se apaixonar por ele. E o pior é que Lex teve um relacionamento com Bárbara, que o quer de volta a qualquer custo, e isso só faz ela ficar muito mais determinada a se vingar.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

[Divulgação] Lançamentos de outubro do Grupo Editorial Novo Conceito

Postado por Ju às 17:00 11 comentários
Oi gente!

Amei vários lançamentos do Grupo Editorial Novo Conceito! Espero que também curtam. Como só posso pedir três livros, tive que abrir mão de Amor Imortal, mas os três primeiros serão resenhados por aqui. =)

Como se apaixonar - Cecelia Ahern

“Momentos são preciosos; às vezes eles se demoram e, em outras ocasiões, são passageiros, mas, ainda assim, muito pode ser feito durante eles; você pode mudar de ideia, pode salvar uma vida e pode até se apaixonar.”.  Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?

terça-feira, 22 de setembro de 2015

[Resenha - Geração Editorial] Daisy está na cidade

Postado por Ju às 23:30 15 comentários
Título: Daisy está na cidade
Autora: Rachel Gibson
Tradução: Karla Lima

Daisy Lee Monroe está de volta a Lovett, Texas, e depois de muitos anos descobriu que pouca coisa mudou. Sua irmã continua uma louca e sua mãe ainda tem flamingos de plástico rosa no quintal. E Jackson Lamott Parrish, o bad boy que ela havia deixado para trás, ainda é tão sexy quanto antes. Ela gostaria de poder evitar este homem em particular, mas ela não pode. Daisy tem algo a dizer para Jackson, e ela não vai a lugar nenhum até que ele escute. Jackson aprendeu a lição sobre Daisy da maneira mais difícil, e agora a única palavra que ele está interessado em ouvir dos lábios vermelhos de Daisy é um adeus. Mas ela está surgindo em toda parte, e ele não acredita em coincidência. Parece que a única maneira de mantê-la quieta é com a boca, mas beijar Daisy já foi sua ruína no passado. Ele é forte o suficiente para resistir a ela agora? Forte o suficiente para vê-la sair da sua vida novamente? Ele é forte o suficiente para fazê-la ficar?

Na época do ensino médio, Daisy se envolveu com Jackson, um de seus melhores amigos de muitos anos. Só que ele estava passando por um momento muito delicado, e acabou pedindo um tempo a ela. A garota entendeu que ele não a amava mais, e acabou se casando com Steven, o outro amigo que formava com eles um trio inseparável. Os dois se mudaram para longe e só agora, 15 anos depois, Daisy retorna, após perder o marido. Não é um retorno para sempre, apenas por algum tempo, até resolver tudo o que precisa resolver com Jack.

Quando comecei a ler esse livro, esperava um romance desde o começo. Mas não foi bem o que encontrei. Os protagonistas se esforçaram bastante para seguir com suas vidas, e têm motivos para acreditar que o que viveram realmente terminou, mesmo que claramente ainda exista uma atração entre eles. Isso fez com que eu demorasse um pouco mais para me envolver com a história, mas esse envolvimento acabou acontecendo por causa de outras características do livro.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] Preciso do seu amor

Postado por Ju às 23:30 14 comentários
Título: Preciso do seu amor
Autora: Bella Andre
Tradução: Marsely de Marco Martins Dantas
Editora: Novo Conceito

A bem-sucedida corretora de imóveis de Seattle, Mia Sullivan, não é nada boba... A não ser naquela única semana em que entregou seu coração a um músico sensual, que não lhe deu nada em troca além de dias e noites perfeitas em sua cama. Apesar de ter jurado que nunca mais o veria, ele foi o único homem de quem não conseguiu se esquecer. Um dos roqueiros mais desejados do mundo, Ford Vincent pode ter a mulher que quiser... exceto Mia Sullivan. Agora ele sabe que as milhares de fãs que cantam suas músicas não podem preencher o seu vazio. Só o amor de Mia tem esse poder então, ele jura fazer tudo o que for preciso para conquistar o coração dela novamente. Depois de um reencontro, uma atração intensa surge entre eles. Será que, finalmente, Mia e Ford irão descobrir um amor forte o suficiente para durar para sempre?

Fiquei muito em dúvida sobre solicitar ou  não esse livro... a verdade é que, apesar de ter amado vários livros da Bella, quando li o do Rafe, o primeiro Sullivan de Seattle sobre o qual ela resolveu escrever, me senti um pouco decepcionada. Não acreditei no protagonista e isso sempre torna a leitura complicada para mim. Além disso, tive que lidar com o sumiço de quase todos os Sullivan de São Francisco, e com pouca participação da família imediata do protagonista. Mas acho que a Bella leu minha resenha, porque ela tornou esse livro mais que perfeito para mim! hahaha...

Vocês sabem que eu não curto hot, tenho uma enorme birra com o gênero. Só que amo os livros da autora, exatamente por não terem o foco nisso. Existem algumas cenas hot, sim, mas são muito mais leves do que se vê por aí. Neste livro pude voltar a acompanhar a convivência de toda a família, através do casamento de um dos Sullivan de São Francisco. E como eu amo todos eles! *-* Os oito irmãos da série anterior (considero séries diferentes para não perder a conta... rs...) estão todos casados ou noivos, e vários deles já têm filhos que também estão presentes. A Bella também permite que conheçamos bem mais da parte da família de Seattle, a que pertence Mia, a personagem principal de Preciso do seu amor.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

[Divulgação] Lançamentos do Grupo Editorial Pensamento

Postado por Ju às 19:00 11 comentários
Apresento a vocês os lançamentos do mês do Grupo Editorial Pensamento. A continuação de Starling está entre eles! =)

Descendente - Lesley Livingston
Livro #2 da série Starling
Editora: Jangada

Este é o segundo volume da série Starling. A última coisa de que Mason Starling se lembra é do trem cruzando uma ponte. Uma explosão, uma luz ofuscante, e então a escuridão. Agora ela está só, perdida em Asgard e a única maneira de voltar para casa é encontrar a Lança de Odin, uma poderosa relíquia deixada por deuses já desaparecidos. Fennrys, o Lobo, sabe tudo sobre Asgard. No passado ele esteve preso lá. E vai fazer o possível para encontrar e trazer de volta a garota que roubou seu coração. Mesmo que isso signifique ter de descer ao traiçoeiro Mundo dos Mortos. Mas o tempo está se esgotando, e Fenn sabe algo que Mason desconhece: se ela empunhar a Lança, dará início a uma profecia terrível. E ela não apenas retornará a seu mundo. Ela o destruirá.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

[Resenha - Petit Editora] A Aprendiz do Amor

Postado por Ju às 19:30 14 comentários
Título: A Aprendiz do Amor
Autor: Ricardo Orestes Forni

Numa época medieval, Angélica é uma princesa que vive rodeada de luxo e riqueza, porém, pouco se importa com o conforto do qual desfruta em seu castelo. Sua maior preocupação é com os pobres que vivem nas redondezas. Ao conhecer o humilde jardineiro Antônio, Angélica passa a questionar seus privilégios em relação ao povo humilde. Porém, seu pai, um rei poderoso e egoísta, não se conforma com as atitudes humanistas da filha. Ajudado por uma serviçal gananciosa, muito próxima de Angélica, o rei se vinga, mandando prender o jardineiro e expulsando a filha do palácio. Todos pagarão um preço por suas decisões. O que será que o destino reservará a cada um deles?

Angélica é uma princesa que, aos 16 anos, começa a se questionar porque sua vida é rodeada de luxo enquanto outras pessoas só conhecem a miséria e o sofrimento. Ao dividir suas dúvidas com o pai, é repreendida, já que ele acredita que é Rei devido à vontade de Deus, e não acha que é parte de sua função se preocupar com a forma como seus súditos vivem.

A garota começa a ter sonhos que parecem muito reais, em que tem contato com uma mulher, Joanna, que lhe parece extremamente sábia, e promete lhe esclarecer como estiver ao seu alcance. Recomenda que ela procure o jardineiro do castelo, Antônio, segundo ela uma pessoa muito boa e iluminada. Assim, Angélica passa a receber ensinamentos de Joanna durante o repouso noturno e de Antônio sempre que consegue encontrá-lo, mesmo contra a vontade do pai. 

O Criador lembra-se dos necessitados por intermédio de nossas mãos, princesa! Ele não pode vir pessoalmente até aqui trazer o auxílio que essa família necessita, mas podemos e devemos ser os embaixadores Dele.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] Zac & Mia

Postado por Ju às 23:00 13 comentários
Título: Zac & Mia
Autora: A. J. Betts
Tradução: Sylvio Monteiro Deutsch
Editora: Novo Conceito

A última pessoa que Zac esperava encontrar no quarto de hospital ao lado do seu era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso. No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de alguém como ela. Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente. Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro? Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns que se encontram em circunstâncias inesperadas.

Zac tem leucemia. Apesar de ter só 17 anos, sua luta contra a doença já dura dez meses, e os médicos chegaram à conclusão de que ele precisaria de um transplante de medula. Para isso, vai ter que encarar 35 dias de isolamento em um quarto de hospital. Alguns dias após a realização do procedimento, chega um novo paciente para ocupar o quarto ao lado. Coloca uma música em um volume ensurdecedor, e ainda a repete mais de 20 vezes. Zac tenta ser compreensivo e relevar por ser o primeiro dia do novo "vizinho" no local, mas chega um momento em que não suporta mais aquilo e acaba batendo na parede até que a pessoa desligue a música - e assim surge uma forma inusitada de comunicação.

Essa pessoa é Mia, uma garota da mesma idade de Zac que descobriu ter câncer na perna e vai iniciar o tratamento de quimioterapia. Só que os dois encaram os fatos de forma completamente oposta: enquanto Zac parece otimista e trata funcionários do hospital e sua mãe normalmente de forma gentil e bem-humorada, mesmo que tenha seus segredos e seus medos, Mia é grossa com a mãe, com os médicos e enfermeiros, esconde sua doença de praticamente todos que conhece e não consegue aceitar que precisa passar por tudo aquilo.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

[Resenha - Arqueiro] O Despertar do Príncipe

Postado por Ju às 17:00 16 comentários
Título: O Despertar do Príncipe
Autora: Colleen Houck
Tradução: Fernanda Abreu
Livro #1 da série Deuses do Egito
Editora: Arqueiro

Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem. Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos. A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth. Em O despertar do príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia. Este é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia.

Lilliana Young mora em Nova York e tem uma vida bem cômoda. Sua mesada é muito alta, mora em um hotel super luxuoso com vista para o Central Park e na maior parte do tempo tem liberdade para fazer o que quiser. Mas precisa respeitar algumas regras: tirar notas excelentes; fazer amizades adequadas ao seu nível social e acompanhar os pais nos eventos em que eles achem necessária a sua presença, sempre se portando como uma filha obediente e amorosa. Aos 17 anos, também sofre uma pressão enorme para escolher uma carreira que lhe dê prestígio. Só que não sabe exatamente o que quer fazer, seu maior talento é observar as pessoas... pensa em psicologia, mas sabe que os pais nunca aprovariam algo assim, já que acreditam que cada um tem que resolver os próprios problemas sozinho. 

Em busca de um lugar tranquilo para pensar e tentar escolher uma grade e uma faculdade que pudesse ser aceita pelos pais, ela se dirige ao Metropolitam Museum of Art - o MET - e, com a autorização de um segurança, se dirige a uma ala que está fechada para visitação, onde conseguirá o silêncio de que precisa (sim, ela é mesmo rica, os pais fazem doações para o museu e ela pode frequentá-lo o quanto quiser). É a ala egípcia, e pouco tempo depois de entrar lá a garota começa a ouvir barulhos estranhos... e acaba se deparando com um homem lindo, que fala uma língua estranha e que aparentemente saiu de um sarcófago... quem seria e por que ele não a larga?

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

[Resenha - Editora Record] Lembra de mim?

Postado por Ju às 17:00 13 comentários
Título: Lembra de mim?
Autora: Sophie Kinsella
Tradução: Alves Calado
Editora: Record

Lexi desperta após um acidente de carro em um leito de hospital, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, o homem que é o braço direito do marido lhe faz uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória. Sophie Kinsella é autora da série de enorme sucesso iniciada com Os delírios de consumo de Becky Bloom. A autora também escreveu O segredo de Emma Corrigan e Samantha Sweet – Executiva do lar.

Lexi tem 25 anos, dentes tortos, unhas que parecem cotocos roídos e um namorado nada legal com o apelido de Dave Fracasso. Pode piorar? Claro que sim. Seu pai acabou de morrer (apesar de não ser próximo dela, era seu pai), e ela foi a única pessoa em sua empresa que não ganhou um bônus, não por não cumprir suas metas, mas sim porque faltou uma semana para que ela completasse um ano de empresa e tivesse direito a ele. Ah, mas ainda pode piorar um pouquinho, certo? Desesperada para pegar um táxi, ela rola por uma escada e toma um enorme tombo... acorda no hospital - só que três anos depois. Ou pelo menos é o que parece.

domingo, 13 de setembro de 2015

[Promoção] #GloboAlt

Postado por Ju às 16:30 39 comentários
Oi gente, tudo bem?

Há pouco tempo li dois livros que amei: Quando Saturno Voltar e Meu Romeu. Então, eu e uma amiga, a Yasmin, do Ler e Imaginar, resolvemos presentear uma pessoa com um exemplar de cada livro, e mais alguém apenas com um exemplar de Quando Saturno Voltar. Espero que quem ganhar se apaixone pela(s) história(s).


Regras:

sábado, 12 de setembro de 2015

[Resenha - Galera Record] Memória da Água

Postado por Ju às 17:00 14 comentários
Título: Memória da Água
Autora: Emmi Itäranta
Tradução: Liliana Negrello e Christian Schwartz
Editora: Galera Record

O aquecimento global modificou a geografia e a política mundial. Com a escassez de água, guerras assolam as nações, e novos impérios surgem das ruínas das antigas potências. É nesse cenário distópico que Noria Kaitio, de 17 anos, está estudando para se tornar uma mestre do chá – os únicos humanos que têm conhecimento sobre a localização das nascentes de água. Mas segredos não permanecem secretos para sempre, e o exército de Nova Qian começa a espionar Noria e seu vilarejo. Conforme a água se torna cada vez mais escassa, a garota precisa escolher entre a segurança de casa e os perigos da guerra.

Noria Kaitio vive em um mundo em que a água é um bem cada vez mais raro. Mas não em sua casa. Seu pai é um mestre do chá, e como tal é guardião de uma nascente, que precisa manter escondida de todos para que não acabe sendo explorada além do limite e deixe de existir. Por um lado, a família sabe que não é certo manter aquela água só para si. Mas, por outro, têm uma ligação especial com a água, sabem que ela não pertence a ninguém e que carrega a história do mundo, e não conseguem deixar de pensar que tudo isso se perderia caso a nascente fosse descoberta. O segredo precisa ser mantido a qualquer custo.

A água tem sua própria consciência e carrega em si a memória de tudo que já aconteceu no mundo, desde quando não existiam humanos até o dia de hoje. (...) Há momentos em que a água não deseja ser encontrada, porque sabe que será manipulada de formas antinaturais. Nem tudo que existe no mundo pertence aos humanos. Nós somos os observadores da água, mas, antes de mais nada, somos seus servos.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

[Resenha - Geração Editorial] Abandonado

Postado por Ju às 17:00 18 comentários
Título: Abandonado
Autor: Vinícius Pinheiro

No intrigante filme Dogville, do dinamarquês Lars Von Trier, habitantes de uma cidade à beira do fim do mundo se comportam como ratinhos de laboratório. O diretor nos faz ver quão ridículos somos quando vistos do alto. Em Abandonado, Vinícius Pinheiro leva seus personagens para reinar na estonteante São Paulo, cidade que centrifuga tudo o que há de bom e ruim numa força avassaladora. Todos tentam dar o melhor de si, mas parecem ridículos. Tentam se levar a sério, mas percebem que o mundo está se tornando uma grande piada. Somos nós lutando para sobreviver e viver nas poucas horas vagas, enfrentando dificuldades financeiras, chefes carrascos, a mediocridade e o imediatismo que nos impedem de ser um pouquinho originais. Tudo é produção, tudo é pra ontem, tudo é insumo. Nas pinceladas das palavras, Vinícius vai desenhando momentos de ironia, sarcasmo, e nos faz rir das próprias desgraças, das próprias fragilidades. Assim, nos sentimos mais humanos quando viramos a última página. Faz lembrar os versos de Fernando Pessoa em Poema em linha reta: “Ora, então são todos semideuses? Onde há gente neste mundo?”.

Não tenho a menor ideia do que escrever sobre este livro. Na sinopse, é dito que os personagens parecem ridículos. Confere. O protagonista, Alberto Franco, além de ser um tanto quando lerdo, ainda sofre de uma total e absoluta falta de autoestima e de independência. Simplesmente é incapaz de ficar sozinho, vai correndo de um lado para o outro atrás de companhia, sem conseguir encarar um momento sem gente em volta que o faria enxergar quem ele é e como está sua vida. Gosta de se iludir, de pensar que é um cara extraordinário em todas as facetas de sua existência. Extremamente irritante, pelo menos para mim.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

[Resenha - Saída de Emergência] Mago Aprendiz

Postado por Ju às 17:00 16 comentários
Título: Mago Aprendiz
Autor: Raymond E. Feist
Tradução: Cristina Correia
Livro #1 de A Saga do Mago
Editora: Saída de Emergência

Na fronteira do Reino das Ilhas existe uma vila tranquila chamada Crydee. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro destemido ao serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug torna-se aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para sempre. Com a sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. É então arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia… ou morrer. Mago Aprendiz é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos.

Acredito que essa sinopse vai um pouco além do primeiro livro. Nada que possa estragar a leitura de alguém, e dá para deduzir que o que não vemos neste volume vai acabar acontecendo, mas tem um pequeno detalhe aí que ainda não foi completamente revelado. E esqueçam o que foi dito sobre no fim tudo ser decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos... nem elas são conhecidas por esses nomes, nem algo foi decidido quando o livro terminou. De qualquer maneira, vou ter que limitar o conhecimento de vocês dos acontecimentos à sinopse, porque me sinto incapaz de fazer um resumo.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

[Resenha - Novo Conceito] Dez coisas que aprendi sobre o amor

Postado por Ju às 17:00 14 comentários
Título: Dez coisas que aprendi sobre o amor
Autora: Sarah Butler
Tradução: Paulo Polzonoff Junior
Editora: Novo Conceito

Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Já tinha escrito minhas primeiras impressões sobre este livro para vocês, e quando ele chegou peguei logo para ler porque estava curiosa para ver como as coisas terminariam. Dez coisas que aprendi sobre o amor é narrado em primeira pessoa por duas personagens: Alice e Daniel. 

Alice é uma mulher que não consegue sentir que pertence a algum lugar, roda o mundo em suas viagens e retorna para a casa de seu pai apenas eventualmente. Mas agora ele está com um câncer muito avançado, e ela precisa voltar por tempo indeterminado, mas tendo certeza de que será um adeus. Daniel é um mendigo que está constantemente em busca de sua filha - o problema é que não sabe bem como procurá-la, e também não consegue chegar a nenhuma conclusão sobre se faria bem ou mal a ela surgindo em sua vida caso um dia consiga encontrá-la.

A questão é que você perde o ritmo do cotidiano. Dormir, se lavar, fazer a barba, comer, sair para o trabalho. A coisa toda se desintegra mais rápido do que você acha. Você me perguntará por que eu vivo como vivo. Você tem todo o direito. Mas há mais que uma resposta. (...) Estou velho e acabado demais para trabalhar, ao que parece, e chegou um ponto em que percebi que não tinha todo o tempo do mundo, e decidi que era mais importante procurar por você.

domingo, 6 de setembro de 2015

[Divulgação] Lançamento da Geração Editorial: Vandré - O homem que disse não

Postado por Ju às 17:00 10 comentários
Oi gente!

Tenho um lançamento da Geração para apresentar a vocês.

Vandré: O homem que disse não - Jorge Fernando dos Santos

Quem foi Geraldo Vandré ? Por que ele se tornou amado pelo público e odiado pelos militares na ditadura? Por que sua canção se tornou um hino – Para não dizer que não falei das flores – Caminhando – jamais esquecida durante décadas? O que aconteceu com ele no exílio e depois que retornou ao Brasil? Gênio? Louco, por causa das torturas? Nesta biografia emocionante, crucial e não autorizada, Jorge Fernando dos Santos conta a história da vida e da obra deste artista que se tornou ícone da canção brasileira no auge dos “anos de chumbo”, mas acabou se afastando dos palcos, para a perplexidade dos fãs.


Sobre o autor

Jorge Fernando dos Santos é um jornalista mineiro, de Belo Horizonte, que iniciou carreira escrevendo sobre música no Jornal de Minas. Foi colunista de teatro e cinema, repórter, cronista e editor de cultura no Estado de Minas. Tem mais de 40 livros publicados em vários gêneros. Conquistou, entre outros, o Prêmio Guimarães Rosa com o romance “Palmeira Seca”, em 1989. Com atividades na tevê, no teatro e na música, foi finalista do Prêmio Jabuti em 2014, na categoria juvenil, com a novela “Alguém tem que ficar no gol”.

sábado, 5 de setembro de 2015

[Resenha - Universo dos Livros] Eu Sobrevivi ao Holocausto

Postado por Ju às 17:00 16 comentários
Título: Eu Sobrevivi ao Holocausto
Autora: Nanette Blitz Konig
Editora: Universo dos Livros

Como sobreviver a um campo de concentração? Estaria essa sobrevivência condicionada ao acaso do destino?  Em um emocionante relato, Nanette Blitz Konig conta a história de um período em que ela e milhões de judeus foram entregues à própria sorte com a mínima chance de sobrevivência. Colega de classe de Anne Frank no colégio, Nanette teve a juventude roubada e perdeu a crença na inocência humana quando esteve diante da morte diversas vezes – situações em que fora colocada em virtude da brutalidade incompreensível dos nazistas. Hoje, aos 86 anos, Nanette vive no Brasil e expõe suas lembranças mais traumáticas aos leitores. As cenas vivenciadas por ela fizeram os mais experientes oficiais de guerra, acostumados a todos os horrores possíveis, chorarem ao tomar conhecimento. Em uma luta diária pela sobrevivência, Nanette deveria suportar o insuportável para manter-se viva. Através de um depoimento ao mesmo tempo sensível e brutal, ela questiona a capacidade de compaixão do ser humano, alertando o mundo sobre a necessidade urgente da tolerância entre os homens.

Nanette é uma judia que conseguiu sobreviver ao Holocausto, mas não sem carregar feridas muito profundas. Primeiro, porque nem todos de sua família tiveram a mesma sorte. Segundo, porque presenciou cenas que nunca deveriam ser presenciadas por nenhum ser humano e que até hoje, com 86 anos, fazem com que ela tenha pesadelos; mesmo que durante parte do tempo que lhe foi tomado pela guerra ela tenha tido um "tratamento privilegiado". 

O que isso quer dizer? Que o pai era diretor do Banco Central da Holanda (mesmo que já tivesse perdido o emprego há algum tempo) e que por isso eles foram incluídos na Lista Palestina, em que eram colocados prisioneiros que poderiam servir como moeda de troca. Isso fez com que viajassem em trens normais com vagões de passageiros e não em vagões de gado completamente lotados; que pudessem manter as próprias roupas e poucos pertences (mesmo que seus bens de verdade, como sua casa, tenham sido confiscados) e que não tivessem seu cabelo raspado. Como podem ver, "privilégios" é uma palavra muito forte para definir.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

[Resenha - Gutenberg] Ruína e Ascensão

Postado por Ju às 17:00 13 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou dos livros anteiores da trilogia. Porém, caso você não tenha lido os outros volumes, recomendo que pule a sinopse.



Título: Ruína e Ascensão
Autora: Leigh Bardugo
Tradução: Eric Novello
Livro #3 da Trilogia Grisha
Editora: Gutenberg

A capital está em ruínas. O Darkling governa Ravka de seu trono de sombras. O destino da nação parece estar nas mãos de uma Conjuradora do Sol enfraquecida, de um rastreador sem forças e do que resta do que outrora foi um grande exército mágico. Oculta nas profundezas de uma antiga rede de túneis e cavernas, Alina está fragilizada e deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e de fanáticos que a adoram como uma santa. No entanto, sua esperança está em outro lugar e seus planos exigem que ela recupere as forças para sair dali o mais rápido possível. Para isso, terá de forjar novas alianças e deixar de lado as velhas rivalidades como Maly para encontrar o último dos amplificadores de Morozova. Porém, quando começa a desvendar os segredos do Darkling, ela descobrirá um passado que vai alterar para sempre a sua compreensão do vínculo que eles compartilham. O pássaro de fogo é a única coisa que separa Ravka da destruição, mas ele pode custar à Alina o próprio futuro pelo qual ela sempre lutou.

A Trilogia Grisha fala de um mundo em que humanos normais e Grishas têm vidas bem diferentes. Os primeiros, ou são nobres, ou pobres que não têm outra escolha a não ser servir seu país em uma guerra que já dura mais de cem anos, fazendo parte do Primeiro Exército. Os segundos, por terem poderes mágicos, compõem o Segundo Exército e costumam estar bem mais seguros, além de possuírem privilégios. A protagonista da série, Alina, de uma hora para outra descobre ser Grisha e portadora de um dom único, e sua vida muda completamente. 


quinta-feira, 3 de setembro de 2015

[Resenha - Gutenberg] Sol e Tormenta

Postado por Ju às 17:00 11 comentários
Esta resenha não possui spoilers deste livro ou do primeiro livro da série. Porém, caso você não tenha lido o primeiro volume, recomendo que pule a sinopse.


Título: Sol e Tormenta
Autora: Leigh Bardugo
Tradução: Eric Novello
Livro #2 da Trilogia Grisha
Editora: Gutenberg

Perseguida ao longo do Mar Real e aterrorizada pela memória dos que se foram, Alina Starkov tenta levar uma vida normal com Maly em uma terra desconhecida, enquanto mantém em segredo sua identidade como Conjuradora do Sol. Mas ela não pode ocultar seu passado e nem evitar seu destino por muito mais tempo. Ressurgido de dentro da Dobra das Sombras, o Darkling retorna com um aterrorizante e novo poder e um plano que irá testar todos os limites da natureza. Contando com a ajuda e com os ardis de um admirável e excêntrico corsário, Alina retorna ao país que abandonou, determinada a combater as forças que se reúnem contra Ravka. Mas enquanto seus poderes aumentam, ela se deixa envolver pelas artimanhas do Darkling e sua magia proibida, e se distancia cada vez mais de Maly. Ela será então obrigada a fazer a escolha mais difícil de sua vida: ter sua pátria, seu poder e o amor que ela sempre pensou ser seu porto-seguro ou arriscar perder tudo na tormenta que se aproxima.

O lado bom de não ter ido à Bienal mesmo estando de férias é que estou conseguindo ler muito. No caso dessa trilogia, especificamente, isso está sendo essencial para que eu não enlouqueça... rs... A autora exercita bastante sua crueldade com o leitor, faz a gente acreditar em algo e aí de repente tudo muda. Faz a gente amar alguém para matar ou castigar essa pessoa, ou simplesmente para fazer com que a gente descubra que ela não era quem aparentava ser. 

A Trilogia Grisha conta a história de Alina, uma garota aparentemente comum que um dia descobre que possui um imenso poder, e que de uma hora para a outra precisa lidar com um novo mundo. É uma órfã e sempre teve apenas o essencial, mas se vê fazendo parte de uma elite formada pelos Grishas, que são seres que lidam com vários tipos de magia.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

[Resenha - Gutenberg] Sombra e Ossos

Postado por Ju às 17:00 11 comentários
Título: Sombra e Ossos
Autora: Leigh Bardugo
Tradução: Eric Novello
Livro #1 da Trilogia Grisha
Editora: Gutenberg

Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter. A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras. Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Alina é orfã e foi criada junto com Maly e muitas outras crianças que perderam seus pais em uma guerra que já acontece há mais de 100 anos. Os dois acabam em regimentos militares: ela como cartógrafa, ele como rastreador. Um dia precisam atravessar a Dobra das Sombras - uma área de completa escuridão que divide o país e abriga animais muito perigosos - e o pior acontece: eles são descobertos pelos terríveis predadores e sua sobrevivência não parece ser possível.

Só que em um momento de desespero, em que Alina tenta usar o próprio corpo para proteger o amigo, ela faz algo inconscientemente que permite que todos sejam salvos. Isso causa uma grande mudança em sua vida, não pode mais ser considerada uma pessoa comum. É levada para viver com outros Grishas - seres que lidam com vários tipos de magia - e aprender a usar seu poder recém-descoberto. Mas nem entre os Grishas é considerada comum: seu dom é único, alguém como ela é esperada há muito tempo, e acredita-se que será capaz de acabar com a faixa de escuridão e permitir novamente a união de sua nação. Mas nada é tão simples quanto parece. Ela precisará enfrentar muita coisa e, pela primeira vez, sozinha.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

[Resenha - Globo Livros] Meu Romeu

Postado por Ju às 17:00 12 comentários
Título: Meu Romeu
Autora: Leisa Rayven
Tradução: Santiago Nazarian
Editora: Globo Livros

“Sim, claro, posso fazer uma peça romântica com o ex-namorado que partiu meu coração não uma, mas duas vezes. Sem problemas.” O maior sonho de Cassie está prestes a se realizar: a atriz vai estrear na Broadway. O que ela não esperava era ter que contracenar com seu ex-namorado, com quem ela tem um passado complicado e uma atração irresistível. Decidida a superar o passado e agarrar a oportunidade de se tornar uma estrela, Cassie aceita atuar em uma montagem contemporânea de Romeu e Julieta ao lado de Ethan. No entanto, o reencontro não será tão simples. Aquele sujeito que fazia de tudo para não reconhecer seus sentimentos, diz estar arrependido e continua extremamente sexy. Só que depois ter sofrido por causa dele, Cassie tem medo de se entregar a esse novo Ethan e se magoar novamente. Meu Romeu é uma história de amor cheia de desencontros nos quais os personagens precisam lidar com suas inseguranças e desejos.  Um romance sexy e contemporâneo, que conquistou mais de 2 milhões de fãs antes de ser publicado. 

Preciso dizer para vocês que eu nunca compraria esse livro pelo que li a respeito dele e também por causa dessa capa. Vocês já devem ter reparado que tenho sim preconceito com livros hot, simplesmente morro de preguiça. E dependendo do que ouço sobre um new adult (que é o gênero desse livro), leio ou não, pois alguns têm mais cenas sensuais do que outros. Achei que Meu Romeu não era para mim, mas como ganhei decidi ler, e pude comprovar que estava muito enganada. A história me encantou desde o primeiro momento, e embora o livro tenha sim cenas hot, elas foram bem trabalhadas e decididamente não são o foco.

Há muito tempo, eu achava que duas pessoas que se importassem uma com a outra resolviam seus problemas conversando, mas agora sei que não é tão simples. Conversar na verdade requer que as pessoas tenham coragem de dizer o que estão sentindo. E eu não tenho coragem.
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo