segunda-feira, 30 de julho de 2012

[DL 2012] Resenha - Gabriela Cravo e Canela

Postado por Ju às 20:30 10 comentários




Título: Gabriela Cravo e Canela
Autor: Jorge Amado
Editora: Record


Sinopse: O romance entre a mulata Gabriela e o árabe Nacib na pequena Ilhéus na década de 20 é um dos grandes clássicos do gênero no Brasil. Escrito em 1958, eterniza as virtudes e defeitos da mulher brasileira: sensualidade, leviandade e submissão.





Esta é uma leitura do Desafio Literário 2012.
Tema de julho: Prêmio Jabuti

Primeira coisa, a capa. Eu acho muito fofo o fundo, com o desenho das casas. Agora o que fizeram com a Gabriela? Se a gente olhar só o rosto e as mãos, a pobrezinha parece uma mistura de vampiro com lobisomem. E espero que eles não se ofendam com a comparação. Felizmente, existem muitas outras versões de capa, inclusive da mesma editora. 

Eu comecei a ler Gabriela Cravo e Canela sem expectativa alguma. Sabia que existia há tempos, claro, mas nunca tinha visto nenhuma opinião sobre ele. 

O primeiro terço do livro foi um suplício pra mim. Era só pegar pra ler que dormia. Achei chato mesmo. Mas por favor, lembrem-se, tudo o que digo aqui é apenas a minha opinião pessoal. O livro não me conquistou, não quer dizer que não vá conquistar você.

Eu fiquei perdida no meio de tantas personagens. Sinceramente, eu não queria saber a vida inteira de cada uma delas. Mas fui obrigada a isso. E me dava uma aflição, eu queria saber onde é que, afinal, a Gabriela entrava nessa história.

Quando ela aparece, tudo muda. Acredito até que talvez tenha sido proposital. O autor pode ter feito o início do livro chato de propósito, pra gente se sentir como as personagens, vivendo em uma Ilhéus sem graça e sem vida, dominada pelos coronéis.

Com a chegada de Gabriela, a cidade se ilumina. A vida das pessoas também. Ela pode não ser alguém que eu gostaria de ter como minha melhor amiga (homem pra ela não tem dono mesmo!), mas tem um coração puro. Faz o que faz pois é o único jeito que conhece de viver.

Não sei cantar aquela música famosa, só me lembrava de uma parte, e durante toda a leitura fiquei com ela na cabeça: Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim, vou ser sempre assim, Gabrieela, sempre Gabrieela...

Gabriela é quem é. Sabe exatamente quem é essa pessoa. Até tenta fazer algumas concessões, mudar seu jeito. Mas sem sucesso. Ela quer ser Gabriela, nada mais. A moça com cheiro de cravo e da cor de canela.

A obra tem todo um fundo político; como eu não gosto, me prendi ao restante. Principalmente na transformação que pode ocorrer na vida de todos quando alguns dão o passo inicial. É um livro que deixa a gente cheio de esperança, de conhecer um dia um lugar melhor.

O amor não se prova, nem se mede. 
É como Gabriela. Existe, isso basta.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

[Resenha premiada] O Ladrão de Casaca

Postado por Ju às 23:30 46 comentários

Título: O Ladrão de Casaca
Autor: Maurice Leblanc
Editora: Martin Claret

Sinopse: Haveria no mundo um criminoso páreo para o detetive Sherlock Holmes? Muitos pensam que não. Mas um criminoso francês, um ladrão cavalheiro, verdadeiro gentleman do crime, desafiou o detetive inglês e saiu, diversas vezes, completamente ileso. Crimes fantásticos e intrigantes agitaram a França do início do século XX, revelando um nome inesquecível: Arsène Lupin — criminoso hábil, carismático, sedutor, simpático e humano. Num bilhete, ele avisa a sua vítima de que vai assaltá-la, numa notícia de jornal, anuncia sua fuga da prisão e, com uma petulância repleta de ironia, desafia o investigador Ganimard — mundialmente conhecido por ter conseguido prender o ladrão mais habilidoso que já se viu. O ladrão de casaca reúne nove contos com os feitos fantásticos de Lupin. E o leitor mais moralista deve tomar muito cuidado. Entre uma e outra artimanha, pode ser seduzido e, de repente, sem que perceba, ver-se torcendo pela vitória do criminoso. (Retirada da contracapa do livro)

Hoje este cantinho tão especial para mim completa seis meses, e eu não podia deixar passar em branco! Agradeço a todos que acompanham o blog por fazerem parte da minha vida! 

O Ladrão de Casaca foi cedido pela Editora Martin Claret para resenha e sorteio. Leia até o final para saber como ganhar o seu exemplar! =)

Se você é uma pessoa que traz consigo traumas da infância e abomina clássicos, atenção: este livro pode ser a sua cura. Eu amo clássicos, e claro que alguns me agradam mais e ganham um lugar privilegiado na estante! Este acaba de se tornar um deles.

O Ladrão de Casaca é um livro composto por 9 contos, sendo que os 3 primeiros são sequenciais.  Foram originalmente encomendados a Maurice Leblanc por Pierre Laffitte, para publicação em uma revista mensal recém-lançada por ele. Em 06 de julho de 1905, foi apresentado ao público Arsène Lupin, o ladrão cavalheiro. Um ladrão que agia de forma elegante, nos salões e castelos. Capaz de se arriscar por uma paixão ou para fazer uma gentileza.

Nesta edição, antes de dar início aos contos, nos é apresentada uma espécie de biografia de Arsène Lupin, que eu aconselho que você leia só após terminar o restante do livro. Isto porque, nela, encontram-se as soluções de vários dos casos apresentados. Mas eu achei o máximo esta seção existir. Conhecer este adorável ladrão mais de perto foi fantástico!

Sim, eu disse isso mesmo, adorável ladrão. Não dá pra duvidar da elegância e da simpatia de Arsène. Leram o alerta na sinopse? Pois é, eu fui realmente seduzida e torci por ele até o fim!

A leitura deste livro flui admiravelmente bem. Não percebi erros de revisão. Quando eu precisava parar de ler, protestava internamente. Foi realmente delicioso acompanhar as aventuras (e desventuras) do ladrão mais interessante do qual já ouvi falar. Uma pessoa super inteligente e fascinante. Arsène é completamente encantador. 

Meu conto preferido foi Arsène Lupin na prisão. Sim, o meu "herói" foi preso, rs, por um detetive que ficou mundialmente conhecido por conseguir essa façanha: Ganimard. O mais trágico é que ele se tornou meu conto favorito exatamente porque nele o detetive faz papel de bobo pela primeira vez! hahaha... 

A única coisa que não gostei nesse livro foi a capa. Eu imaginei o meu Arsène bem diferente... rs... 

Recomendo demais O Ladrão de Casaca. Uma leitura leve e muito divertida. 

Quer ler também? Participe do sorteio!! É só preencher corretamente o formulário e torcer! Os dois primeiros passos  - seguir o blog e comentar a resenha - são condições para participação na promoção, os outros são opcionais. Leia as regras nos "Terms & Conditions". O resultado sai no dia 02/09 07/09 e será divulgado nesta mesma postagem. Boa sorte!!!

_______________________________________________

Atualização no dia 25/08. 
Gente, viajo amanhã e só retorno no dia 07/09. Como não sei como vai ficar meu acesso à internet nesse período, adiei o resultado da promoção. Não sou a favor desses adiamentos, mas desta vez será necessário. Me desculpem por isso.
_______________________________________________

Atualização no dia 07/09.

E, como prometido, vamos ao anúncio do ganhador (a)!!

a Rafflecopter giveaway


Parabéns, Jeniffer Haddad!! Espero que goste do livro! 

Já entrei em contato com você, e espero seu retorno em até 72 horas, ou um novo sorteio será realizado, ok?

Muito obrigada pela participação de todos!! Nos próximos dias tem promoção nova!!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

[Resenha] Fios de Outono

Postado por Ju às 10:00 12 comentários
Título: Fios de Outono
Autora: Dandara Alves Reis
ArtExpressa Editora

Sinopse: “Eu não deveria ter desejado que as coisas fossem diferentes. Tentar mudar o destino de alguém, interferir na decisão da morte, quando era claro que alguém pagaria por minha estupidez.” Já fui uma criança comum, como outra qualquer, mas um dia perdi minha mãe. Foi exatamente nesse dia que as coisas começaram a mudar e que comecei a viver uma vida que ainda acho que não deveria ser minha. Sem saber por que, recebi um dom que seria maravilhoso, e até mesmo proveitoso, se não fosse tão obscuro. Posso mudar meu destino e o de outras pessoas, simplesmente desejando, mas é como dizem, para toda ação há uma reação, e descobri isso da pior forma possível. Agora, para fugir do passado e de todo estrago que causei, vejo-me obrigada a mudar para uma vida completamente nova e que não quero e a reaver uma ligação que há muito tempo deixou de fazer parte de mim. Laços serão refeitos, sentimentos descobertos, revividos e lembranças jamais esquecidas virão à tona, pois parece que o Destino já fez seus próprios planos para Guinevere Rodriguez, maiores do que ela poderia imaginar. Ou desejar para si mesma. “Uma dádiva pode se tornar a pior maldição quando não se respeita uma promessa e essa maldição pode voltar-se contra si mesmo quando se encontra um sentimento maior e mais forte que todos os outros, que ofusca os olhos para tudo, independente de qual seja ele.” 

Antes de tudo, muito obrigada, Dandara, por enviar um exemplar do seu livro para resenha!

Desde que recebi Fios de Outono, já sabia que havia alguns erros ortográficos nesta edição. São muitos, mas felizmente a autora já tinha me avisado e, inclusive, me informou que já foram corrigidos pela editora. 

Eu normalmente me incomodo muito com isso. Mas realmente me surpreendi com o que esse livro me causou. Me envolvi tanto, mas tanto com a história, que, pela primeira vez, os erros não atrapalharam minha leitura. Nada atrapalhou. Nem mesmo meus queridos vizinhos ouvindo axé (respeito quem gosta, mas odeio, e acho que cada um deveria ouvir a música que gosta em um volume aceitável).


Guinevere (lindo nome!) é uma garota de 17 anos que vive com seu pai no Rio de Janeiro. Uma adolescente que está vivendo seu primeiro amor. Que tem uma vida (quase) normal, não fosse por um poder que possui, e do qual não tem muita consciência: pode mudar o futuro. Mas nunca sem sofrer consequências. E o preço normalmente pago por ela quando usa esse poder é perder alguém que ama. Só que ela não percebe isso, até o momento em que perde o pai e o namorado, de uma só vez.


Para não ter que encarar um orfanato, a garota vai morar com a mãe, Laura, nos Estados Unidos. A mãe que a abandonou (e a seu pai) quando ela fez 9 anos. Sem nenhuma explicação. Simplesmente se mudou para outro país.


A nova vida que tem pela frente reserva muitas surpresas para Guinevere. E mais surpresas ainda para o leitor. Fiquei com o coração na mão durante várias passagens do livro. Muito assustada em alguns momentos, encantada em outros.


Como o livro é narrado pela Guinn (virei amiga íntima! rs), passei a sentir o que ela sentia, pensar como ela pensava. Com personagens tão bem construídas, não tive como não me identificar.


O livro fala do medo que o ser humano tem de amar, de se entregar, de deixar que o outro perceba suas fraquezas. Mostra as consequências do egoísmo e da ganância. E que  a fé e o amor podem, sim, vencer todo o resto.


Ele aborda as Moiras, da mitologia grega. Três irmãs que determinavam o destino dos seres humanos e também dos deuses. Porque o dom de Guinevere nada mais é que mudar o destino. Mas será que ela é a única que pode fazer isso? Espero que vocês leiam para descobrir!


No blog da Dandara ela diz que o livro possivelmente é o primeiro de uma trilogia. E eu espero que seja mesmo!! A história foi bem finalizada mas, se ela fez tudo isso em seu livro de estreia, imaginem o que fará nos próximos! Gostaria muito de descobrir.


Adicionem o livro no skoob, e sigam o blog da Dandara!! Para comprar seu exemplar, é só clicar aqui.

terça-feira, 24 de julho de 2012

[Autora Parceira] Dandara Alves Reis

Postado por Ju às 10:00 7 comentários
Hoje apresento a vocês mais uma autora parceira: Dandara Alves Reis.

Eu conheci o livro da Dandara através de uma resenha no blog No Mundo dos Livros, do Marcos. Entrei em contato e ela foi super gentil e receptiva!!! Muito obrigada, Dandara, por aceitar a parceria!! A história da autora é muito legal, vou resumi-la aqui para vocês mas, se quiserem ler um pouco mais, é só clicar aqui.

Dandara Alves Reis nasceu no dia 15 de dezembro de 1989, em Volta Redonda/ RJ. Sempre gostou de manter suas mãos no papel, primeiro com a arte do desenho, agora com a arte da escrita. O livro que a fez se apaixonar pela leitura foi Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, que leu aos 10 anos. Desde então, começou a escrever, por hobby. Durante muito tempo não pensou em publicar um livro.

Em 2010 começou a achar que seria uma boa ideia, mas nunca colocava nada no papel. Até que, em meados de 2011, navegando pela internet, descobriu um site em que pessoas do mundo inteiro trabalham criando projetos e arrecadando fundos para caridade. Por ser ambientalista e encontrar material sobre isso no site, interessou-se e, dias depois, foi convidada a fazer parte de uma fundação. Era uma escola na África que ajuda crianças carentes com medidas alternativas para educá-las; uma dessas medidas é a inserção da leitura em seu cotidiano. 

Pensou em arrecadar livros e mandar para elas, mas como elas não entendem o português, não seria uma coisa viável. Depois pensou em fazer uma feira, vendendo livros a preços simbólicos e doar o valor arrecadado, mas levaria um tempo do qual ela não dispunha. Foi quando pensou: porque não escrever meu próprio livro? Poderia publicar e doar um significativo valor para eles. Sabia que levaria tanto ou mais tempo do que sua outra ideia, mas foi quando percebeu que estava escrevendo não só por eles, era também a realização de um projeto pessoal que já vinha adiando há muito tempo. Foi porque e como decidiu escrever.

Continuemos agora com as palavras exatas da Dandara:

Depois veio o meu maior problema: o assunto do livro. Eu tinha muitas ideias, mas nenhuma delas me parecia boa o suficiente e, um dia, me peguei pensando que seria bom se eu pudesse ver o futuro e soubesse sobre o que teria escrito e se teria dado certo, foi então que me veio a ideia principal do meu primeiro livro, “Fios de Outono”. Eu estava tão ansiosa por ele que levei pouco menos de um mês para escrever tudo e fiquei realmente satisfeita com o resultado, eu não sabia que seria capaz de escrever mais de 360 páginas em tão pouco tempo. 

Fios de Outono é possivelmente o primeiro livro de uma trilogia, e no momento a Dandara já trabalha em seu novo romance! Desejo uma longa carreira a ela! Por fim, deixo para vocês a capa do livro.


* As informações para esta postagem foram retiradas do blog da autora.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

[Promoção] Book Trailer de O Rosto que Precede o Sonho

Postado por Ju às 09:00 24 comentários
Oi, gente! Tudo bem?

Hoje começa uma nova promoção aqui no blog (e em muitos outros blogs parceiros do Maurício).

Vocês devem se lembrar que, há pouco tempo atrás, fiz uma outra promoção em conjunto com o autor, para escolher a capa do seu novo livro, O Rosto que Precede o Sonho. Vejam mais uma vez a capa vencedora e a sinopse.

Os sinais que ele não percebeu, no dia do acidente, poderiam ter evitado que seus pais entrassem naquele avião. Tempos depois, algo inesperado mudou o rumo das coisas, e ele, então, passou a esperar o dia em que os sinais voltariam. Tomas Ventura levava uma vida quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava. Mas no dia em que recebeu o convite para participar da trilha sonora de um grande filme de Hollywood , a proposta de trabalho da sua vida, ele decidiu dizer “não”. Até que dois sinais, os olhos cor de mel daquela menina, mostraram-lhe que ainda havia motivos para seguir em frente...
(capa e sinopse retiradas do site do autor)




Pois bem, está chegando a data do lançamento (01/09/12), e a obra já ganhou um book trailer. Assistam, está lindo! =)





Ah, sim! A postagem era sobre a promoção! rs... 




O Maurício vai sortear 20 exemplares do livro novo!!!! Agora,  devido ao grande sucesso da promoção, o autor decidiu alterar o prêmio: serão 30 exemplares, muito mais chances de ganhar!! Não é demais? Quer garantir o seu? É só seguir algumas regrinhas:

1)   Seguir o blog publicamente pelo GFC (clicar em "Participar deste site, aí à direita);
2) Deixar um comentário nesta postagem, pode ser apenas um "participando", mas adoraria saber o que acharam do book trailer e qual a expectativa de vocês para esse novo livro;
3)  Acessar a postagem sobre a promoção no site do Maurício, neste link, e no campo "Em que blog você assistiu ao Book Trailer de O Rosto que Precede o Sonho", selecionar "Entre Palcos e Livros".

Pronto, aí é só torcer!

Quer ter mais chances? Vamos lá:

1)  Se você deixar um comentário sobre o book trailer no youtube, ganha duas chances extras;
2)  Se, no facebook, você curtir a página do Maurício e CCC (curtir, comentar e compartilhar publicamente) o Book Trailer que está no topo da fanpage, ganha três chances extras.

Quer mais chances ainda? Participe nos outros blogs parceiros, é só clicar aqui para ver a lista de todos.

O resultado sai no dia 15/08 e será divulgado por mim nesta mesma postagem assim que o Maurício colocá-lo no ar. Boa sorte a todos!!!!! =)

Houve mais uma alteração na promoção. Ela foi prorrogada até 0 dia 17/08, sendo que dez exemplares do livro serão sorteados no dia 15, 10 no dia 16 e 10 no dia 17. 

Resultado do sorteio do dia 15.

Resultado do sorteio do dia 16.
Resultado do sorteio do dia 17.

Para quem ganhou, meus parabéns!!! =) Se a sorte não estava com você dessa vez, o Maurício resolveu te ajudar a ter seu exemplar: O Rosto que Precede o Sonho poderá ser adquirido por R$ 18,00 (frete já incluso!) diretamente com o autor até o dia 31/08. É só mandar um e-mail para mauriciogomyde@gmail.com e você o receberá em casa (e autografado!).

sábado, 21 de julho de 2012

[Divulgação] Lançamentos de julho do Grupo Editorial Pensamento

Postado por Ju às 16:00 8 comentários
Olá!! Hoje pela primeira vez posto algumas das novidades das editoras parceiras que fazem parte do Grupo Editorial Pensamento! Espero que gostem dos livros! =)

Nem todos os psicopatas são assassinos compulsivos ou criminosos, como você pode pensar. Alguns, aparentemente, são pessoas comuns. Na verdade, 1% a 3% da população em geral tem fortes tendências psicopatas. Neste livro, a psicóloga forense Kerry Daynes explica como funciona a mente de um psicopata. Ela revela os traços de comportamento que os vários tipos de psicopata têm em comum e dá sugestões de como lidar com eles ou, melhor ainda, de como evitá-los a todo custo. Por meio de estudos de caso, este livro o ajudará a identificar os possíveis psicopatas em sua vida.








Quantas vezes um visitante de Roma depara-se com algum marco histórico e pergunta-se quem o haveria erigido? Por que o haveria feito e qual seria sua história? Esta fascinante publicação contém todas  as respostas. Ao mesmo tempo um guia e uma obra de referência histórica, este livro divide a cidade de Roma de acordo com os distritos outrora dominados pelas famílias fabulosamente ricas dos papas: Colonna, della Rovere, Farnese, Borghese, Barberini e várias outras. Em cada um dos casos, pode-se conhecer a história — pungente, sangrenta e vívida — dos escândalos e intrigas que marcaram as famílias, bem como suas relações com artistas do quilate de Bernini e Michelangelo.






Franz Ruppert investiga como o processo simbiótico original com a mãe pode causar na criança um trauma primitivo, levando a uma divisão prematura em sua vida psíquica que a impedirá de desenvolver uma identidade própria e a manterá dependente durante toda a vida. Um trabalho terapêutico para integrar a divisão original é imprescindível para que ela possa superar, na idade adulta, os problemas psíquicos nascidos daí. Este livro mostra como esse processo de integração da divisão original pode ser realizado com base no método das constelações familiares, desenvolvido inicialmente de acordo com o modelo de seu criador, Bert Hellinger, e posteriormente enriquecido pelas inovações introduzidas pelo autor. 






Em uma Europa devastada pela II Guerra Mundial e com o pano de fundo da Alemanha nazista, o jovem e ambicioso seminarista August Lienart e a misteriosa guerrilheira Elisabetta Darazzo estão envolvidos em uma missão: impedir o futuro surgimento do Quarto Reich. Um thriller histórico que traz algumas inquietantes incógnitas: que papel desempenhou o Vaticano na fuga dos criminosos de guerra? Hitler e Eva Braum se suicidaram mesmo no bunker? Os banqueiros suíços realmente guardaram o ouro dos nazistas que estava no Banco do Reich, produto de suas criminosas? O que havia nas enigmáticas caixas enterradas sob as águas escuras e frias do lago Toplitz? Existiu realmente a temida Organização Odessa e sua determinação em criar o futuro Quarto Reich? Quem se escondia por trás do codinome “O Escolhido”?



Esta obra é uma fascinante jornada ao longo das experiências paranormais do próprio autor e das muitas pesquisas científicas que ele documentou. Thomas Walker aborda temas como experiências fora do corpo, cura energética, precognição e psicocinese, além de revelar que a fonte de todos esses fenômenos pesquisados e comprovados é uma energia que confere vida e movimento a tudo, a qual ele chamou de “A Força”. Este compêndio excepcional de estudos de casos, pesquisas científicas e depoimentos pessoais associa a ciência moderna às antigas tradições espirituais. Walker conclui que a consciência é a realidade primordial, além de oferecer evidências convincentes  de que o que experimentamos como vida física é somente o prelúdio da Eternidade.





E tem mais... Fiquei muito curiosa a respeito de um livro do qual ainda não tenho informações pra passar para vocês. Se alguém tiver mais detalhes sobre Unison, me conte, por favor! rs...


Até mais!!! =)

sexta-feira, 20 de julho de 2012

[Maratona de Banca 2012] Resenha - Cativado

Postado por Ju às 16:00 13 comentários


Título: Cativado
Autora: Nora Roberts
Editora: Harlequin


Sinopse: Cético, Nash Kirkland saíra em busca da fascinante Morgana Donovan para ajudá-lo com seu mais novo roteiro, não acreditando por um momento sequer que ela fosse o que dizia ser.Contudo, à medida que Morgana se revelava a ele, Nash se via cada vez mais cativado. Ele jamais confiara em seus sentimentos, e sempre os mantivera em xeque. Assim, como Nash poderia ter certeza de que sua irresistível paixão por ela era real, e não apenas mais um feitiço?




Esta é uma leitura da Maratona de Banca 2012.

Julho - Tema: Sobrenatural

Quem acompanha o blog, sabe que tive uma trajetória tortuosa na Maratona de Banca. Eu me inscrevi sem nunca ter lido nem um romance de banca na vida. Gostei muito dos dois primeiros livros que escolhi e não gostei nada do terceiro e do quarto. Foi por muito pouco que não abandonei a maratona. E fico feliz por isso não ter acontecido, pois tive a oportunidade de ler Nora Roberts pela primeira vez e amei demais!!!

Nash Kirkland é um cineasta especializado em filmes assustadores que abordam o sobrenatural. Está na fase de pesquisa para seu novo filme, e ouve falar de uma feiticeira assumida na Califórnia. Conclui que precisa entrevistá-la imediatamente.

Morgana Donovan é uma feiticeira por herança. Há muitas e muitas gerações todas as pessoas de sua família nascem agraciadas com dons especiais. 

Morgana e Nash se encontram pela primeira vez na loja dela (uma loja com várias mercadorias ligadas à magia, claro). Ele entra disposto a conhecê-la, mas quando ela se aproxima ele não tem a menor ideia de que a mulher que o aborda seja a pessoa que procura. Até que ela se apresenta, após ele ter tentado convencê-la a ajudá-lo a falar com a feiticeira. É claro que não foi um começo muito bom... rs.... Mas Morgana acaba por aceitar colaborar com o novo filme de Nash, e a partir daí, bem, não preciso contar o que acontece, né?


Eu quis gritar, xingar, bater, abraçar... A leitura me provocou muitas sensações diferentes. Esse casal combina demais!! Fiquei pasma!!


O fato da Morgana ser uma feiticeira ajuda algumas cenas a serem impagáveis! Ela perde (quase) totalmente o controle quando se irrita!! 


O Nash é um fofo quando se permite ser, mas teve uma infância e adolescência super atribuladas, e isso o faz ter um medo absurdo de confiar em alguém e se entregar. O que não torna as coisas nada fáceis pro casal.


Esse se tornou meu livro de banca preferido. A história flui maravilhosamente bem, e quando acaba a gente fica querendo mais! Vou ler o restante da série dos Donovan, com certeza absoluta! Espero que consiga fazer isso logo.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

[Editoras Parceiras] Grupo Editorial Pensamento

Postado por Ju às 16:00 6 comentários
Oi gente, boa tarde!!

O blog tem mais um parceiro!! É com muito prazer que apresento a vocês o Grupo Editorial Pensamento, formado pelos selos Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada.




No último dia 26 de junho a Editora Pensamento (o primeiro selo do grupo) completou 105 anos! Seu fundador, Antônio Olívio Rodrigues, demonstrava grande interesse por pesquisas psíquicas, obras de filosofia e religiões orientais. O primeiro livro publicado pela editora foi Magnetismo Pessoal, de Heitor Durville. Ele ainda está no catálogo, é só clicar aqui para vê-lo no site e adquiri-lo! Este título colocou a editora como pioneira no gênero autoajuda. Foram publicadas também obras sobre esoterismo, cabala, numerologia, yoga e medicina alternativa.

Em 1943, a direção da editora passou para as mãos de Diaulas Riedel, marido da neta do fundador, grande pesquisador e empreendedor. Em 1956, foi fundada por ele a Editora Cultrix (segundo selo editorial do grupo), com o objetivo de editar livros de filosofia, literatura, sociologia, linguística e psicologia. Esta editora publicou vários livros do Osho, amo as obras dele. Vou deixar aqui uma das minhas frases preferidas do autor:

Você pode sobreviver, mas sobrevivência não é vida.


A área esotérica da Pensamento encontrou a complementação ideal nos temas científicos que a Cultrix passou a publicar, em que a aproximação entre o conhecimento científico e a tradição de duas grandes correntes da filosofia e da religião não seria apenas um modismo.

O filho de Diaulas, Ricardo Riedel, assumiu a direção das editoras em 1997. Em 2009, realizou a aquisição da Editora Seoman (o terceiro selo), e passou a publicar livros na área de moda, cultura pop e biografias.

Em 2011, chegou o quarto selo (particularmente o meu preferido): a Editora Jangada! Com este selo, o grupo começa a apostar com mais ênfase em títulos da área de ficção fantástica e histórica. 

A editora tem sempre em mente a coerência, a ética e a qualidade em todos os livros publicados - compromisso que permanece ao longo dos mais de 100 anos de existência - , produzindo livros para um mundo em transformação.

Agora vou mostrar pra vocês os meus livros mais desejados do catálogo.


Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs de Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento "crepuscólico" é mais do que urgente. Só que ela não espera conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson!! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!

Em 2009, o jovem Jackson Meyer descobre que pode viajar no tempo. Durante os seus "saltos" para o passado, nada muda no presente. Isso era apenas uma diversão inofensiva, até que sua namorada Holly morre durante uma invasão à sua casa. Em pânico, ele consegue voltar dois anos, mas descobre que ficou preso no tempo. Desesperado para voltar e salvar Holly, Jackson resolve tocar sua vida em 2007 e tentar descobrir o que puder sobre suas habilidades. Não muito tempo depois, as pessoas que atiraram em Holly, membros de um grupo apelidado pela CIA de "Inimigos do Tempo", vêm a sua procura para recrutá-lo ou matá-lo. Com tudo isso acontecendo e Jackson ainda tentando encontrar pistas sobre as origens de sua família para descobrir mais sobre suas habilidades, ele precisa decidir até onde está disposto a ir para salvar Holly... e possivelmente, o mundo inteiro. 





Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e, uma noite depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, sua mãe a manda para Shadow Falls -um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa cidade chamada Fallen no meio de uma misteriosa floresta, e isso muda sua vida para sempre. Poucas horas depois de chegar, ela descobre, assustada, que seus colegas não são apenas "problemáticos". Kylie nunca se sentiu normal, mas também não se considera uma daquelas aberrações paranormais. Ou será que é? Em Shadow Falls, vampiros, lobisomens, metamorfos, bruxas e fadas aprendem juntos a desenvolver seus poderes, controlar sua magia e viver no mundo normal.No entanto, as coisas tomam um rumo diferente quando Derek e Lucas entram em cena. Derek é um fae que possui poderes mágicos e quer a todo custo namorar a Kylie, e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto. De início, tudo o que Kylie deseja é sair de Shadow Falls e voltar para casa. Porém, com Derek e Lucas ocupando um lugar cativo em seu coração, e depois de descobrir que ela própria tem estranhos poderes, talvez sua vida nunca mais volte a ser a mesma...


Este é o segundo livro da série Acampamento Shadow Falls. Kylie anseia por descobrir sua própria identidade sobrenatural e o que seus poderes significam. Agora ela vai precisar deles mais do que nunca, porque está sendo assombrada por outro espírito, que insiste em dizer que alguém que ela ama morrerá antes do final do verão. Se ao menos Kylie soubesse quem ela precisa salvar e como... Mas a maior causa de seus problemas são os dilemas do coração. Kylie sabe que precisa decidir entre Lucas, o lobisomem que conheceu quando ainda era garotinha, e Derek, um fae muito atraente, para não correr os risco de perder os dois. Mas o romance vai ter que esperar, porque alguém do lado sombrio do mundo natural se esconde em Shadow Falls. 




Vocês desejam  algum desses? Já leram? Espero que tenham  gostado da novidade!! Até mais!

*todas as informações constantes nesta postagem foram retiradas do site do Grupo Editorial Pensamento.

terça-feira, 17 de julho de 2012

[Resenha] Hathor

Postado por Ju às 11:00 7 comentários

Título: Hathor
Autor: Markus Thayer
Editora: Novo Século

Sinopse: 
Inglaterra, 1856
John McBrian é aluno em uma renomada faculdade de Cambridge. Entretanto, sua vida pacata de estudante está prestes a mudar. O que a princípio parecia ser apenas um trabalho de escola coloca o jovem inglês em extremo perigo.
Um mistério intrigante, fenômenos inexplicáveis e mensagens criptografadas levam John a cruzar o oceano, onde seu destino o aguarda.
(Retirada da contracapa do livro)



Agradeço ao Markus e à Mel pelo envio do exemplar de Hathor para resenha! =)

1856. No King´s College, na Inglaterra, Sir Oliver Stwart termina mais uma de suas aulas. E pede um trabalho completo sobre a Guerra das Rosas a seus alunos, para dali a dois dias. John McBrian e William Kenward decidem fazê-lo juntos, e começam assim que possível, devido à sua extensão. Após uma tarde na biblioteca, John leva um livro bem antigo para casa, com o objetivo de encontrar algumas curiosidades sobre o período para enriquecer o trabalho. 

Qual não é sua surpresa quando, ao folheá-lo, encontra duas páginas cuidadosamente coladas uma à outra pelas extremidades, e percebe que dentro delas há um outro papel. O rapaz leva o livro a seu professor, e este separa as páginas. Surge um papel mais antigo que o livro, que aparenta ter um mapa do tesouro! A partir daí, eles e mais algumas pessoas embarcam em uma aventura para descobrir que tesouro é esse, afinal.

Acho muito fofa a capa desse livro!! Mas eu realmente não a entendia antes de lê-lo. A parte de cima, ok, retrata a Inglaterra. Agora essa parte de baixo... inicialmente não consegui identificar. Depois de conhecer a história, entendi o quanto a capa é perfeita! =)

Quando comecei a ler Hathor, me deparei com uma leitura de ritmo bem mais lento do que estou acostumada. Não me empolguei, fui simplesmente passando as páginas. Realmente não tinha ideia do que acharia do livro, pois li opiniões muito diversas a seu respeito.

Tem uma linguagem formal, afinal as personagens são da Inglaterra, e de meados do século XIX. É importante ter isso em mente para entender o que elas sentem a respeito de suas descobertas.

Depois de um longo tempo de busca, Hathor é encontrada. Não posso dizer como, nem onde, pois estragaria a surpresa de vocês. Só posso dizer que é um lugar bem diferente do que conhecemos, que abriga um povo pacífico e que possui uma tecnologia super avançada, que realmente pode ser considerada magia por quem não está acostumado a ela. O poder da mente humana é totalmente explorado por seus habitantes.

Todo poder que existe no exterior nasce do poder que existe
no interior. Nossos pensamentos são criações e, com a 
prática, podem se tornar reais. Todo o universo 
responde à essência de nossos pensamentos. 

Hathor só não virou favorito porque demorou bastante pra me conquistar. Apenas com a chegada dos pesquisadores a esse mundo maravilhoso eu fui realmente fisgada pela história. E como fui!! Fazia tempo que não me emocionava desse jeito com um livro; com direito a lágrimas, mais de uma vez. Muito, muito recomendado! Leiam!!! E, enquanto não fazem isso, adicionem no skoob!

Mas tenho que avisar: Hathor me lembra São Paulo. Acho que não é um livro ao qual alguém pode ficar indiferente. Você pode amar, mas pode odiar também. Pra gostar dele, você precisa entrar no clima, se deixar levar pela história. É muita viagem, sim, mas quando eu percebi que estava irremediavelmente incluída nela, foi fantástico.

Para finalizar, vou usar as palavras de Sir Oliver para que vocês percebam que este é um livro muito especial. Eu me sinto exatamente como a personagem se sentia quando disse essas palavras. Muito obrigada, Markus, por ter criado Hathor e por ter me permitido conhecer esse lindo lugar.

Sinto-me como se tivesse sido transportado para um paraíso
onde apenas o belo e o bom existem. É do fundo do coração
que digo essas palavras: vocês tocaram profundamente o 
meu espírito. Então, me parece que dizer "Muito obrigado" 
seria algo vazio e pequeno para traduzir o que realmente está no meu coração. Talvez dizer "Deus abençoe a todas vocês" seria um pouco melhor, porque o que eu mais desejo é que todos nós possamos viver os sonhos de nossas vidas repletos de luz e amor.

domingo, 15 de julho de 2012

[Autor Parceiro] Markus Thayer

Postado por Ju às 16:30 9 comentários
Boa tarde, gente!! 

Mais uma apresentação de autor parceiro!! Eu já disse o quanto adoro essas parcerias? Para mim é um imenso prazer divulgar lindos livros de autores nacionais! =)

Hoje eu apresento a vocês Markus Thayer, o autor de Hathor! Um livro que me surpreendeu bastante!!! A resenha sai nos próximos dias!


Markus Thayer é formado em Ciência da Computação e MBA em Controladoria. Sendo entusiasta por física teórica e mecânica quântica, dedica parte de seu tempo no estudo dessas ciências. E como o tempo é elástico, M. Thayer separa uma parte dele para cinema, música, leitura e outras grandes paixões, como escrever histórias de ficção e criar programas para computador. 
(biografia retirada da orelha do livro)

Sim, o livro tem algumas coisas complexas... rs... Também, com essa formação!! Mas nada que impeça que a gente se envolva de verdade com ele. Querem ver a capa?



Visitem o blog do Markus e adicionem o livro no skoob! E aguardem, logo vocês saberão com detalhes a minha opinião sobre Hathor!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

[Resenha] Centúrias

Postado por Ju às 23:30 10 comentários
Título: Centúrias
Autora: Bruna Longobucco
Editora: Novo Século


Sinopse: 
Ela não acreditava em magia.
Ela não acreditava no amor.
Pitfal transformou sua vida radicalmente...
Em Centúrias você vai conhecer a história de Aylá Levale e Igor Telfort, adolescentes de famílias rivais que descobrem ser descendentes de duas ordens milenares de bruxaria: Centurianas e Dargais. Um enredo divertido e envolvente.
"Nem assumindo minha verdadeira natureza eu conseguia libertá-lo. E as outras bruxas não podiam se mover. Parecia que tudo estava perdido. Segurei a chave, tentando resgatar meus poderes, lutando contra o bloqueio negativo que me enredava e ameaçava a vida de Igor. Se houve um tempo em que não acreditei no amor, agora não acreditava na possibilidade de existir sem tê-lo ao meu lado. Havia muito em jogo. A ordem centuriana; a vida das criaturas claras; meu sol. Por isso, eu precisava reagir. Já havíamos passado por tantas coisas e não seria justo que após tantos desencontros fôssemos separados novamente. Repassei os ensinamentos da feiticeira-anciã. A resposta, ela dizia, está dentro de nós. É preciso acreditar na magia. Foi então que percebi: eu não lutava apenas contra os meus inimigos. Lutava contra o peso da realidade e de minhas próprias limitações".
Fonte: http://www.sinopsedolivro.net/livro/centurias.html


Eu recebi Centúrias devido à parceria com a autora, Bruna Longobucco. Muito obrigada, Bruna, pela confiança!


Essa capa está bem próxima da perfeição. Ela retrata um momento bem marcante do livro, um lugar muito especial. Só acho que ficaria melhor sem essa parte verde, essa espécie de planta caindo em cima do título. Acredito que, além de atrapalhar a visualização, não combina com o resto. Apesar desse detalhe, é linda. Eu realmente adorei.


Centúrias conta a história de Aylá Levale, uma adolescente de 18 anos em crise de identidade. Acaba de terminar o colégio e ainda não sabe o que fazer na faculdade. Desde que o pai faleceu, já viu a mãe se casar e se separar quatro vezes. Por isso, não consegue acreditar no amor.


De todo jeito, independente do que gosto ou não, tenho 
que me encontrar. Descobrir quem sou de verdade. 
O que quero fazer. Eu sei que sou meio estranha.

Aylá está se mudando de novo (essa é uma coisa que acontece frequentemente na vida da garota), mas desta vez para a cidade natal de sua mãe: Pitfal. O nome da cidade, segundo uma lenda, foi dado devido a seus primeiros habitantes: um guerreiro indígena da tribo dos Pitas e uma jovem bruxa nascida em Faleria, na Itália. Valentina, a mãe de Aylá, faz questão de avisar a filha que a cidade sofre uma forte influência dos elementos mágicos. É claro que ela, como boa adolescente, não leva o aviso a sério. E nem imagina que é o principal motivo dessa mudança estar acontecendo.


Aylá é louca por livros (alguém se identifica? rs...), e o primeiro lugar que ela vai conhecer na cidade é a Biblioteca Pública. E é em uma de suas visitas à biblioteca que ela se encontra com Igor Telfort pela primeira vez.


A porta de entrada rangeu anunciando a chegada de mais
alguém. Enquanto olhava o rosto sorridente de Kelly, uma
coisa estranha me aconteceu. Experimentei uma espécie de
curto-circuito interior. Fiquei arrepiada, minha nuca
queimou e meu coração disparou. Questionei se aqueles
eram os primeiros sinais de um infarto, então, como se um 
ímã me atraísse, olhei para trás e dei de cara com o garoto
mais lindo que eu já tinha visto.

Aylá começa a viver situações inexplicáveis em Pitfal e, acaba por descobrir que é descendente de uma família de bruxas pertencentes à ordem das Centurianas. Esta ordem é formada apenas por mulheres e mantém sempre o número de 100 integrantes. São bruxas que procuram se relacionar bem com o ambiente em que vivem e melhorá-lo, mantendo sempre sua magia oculta dos humanos comuns.


A garota descobre que em sua cidade há um grande número de Dargais, uma ordem de bruxos do mal, que têm como principal objetivo destruir tudo de bom que encontrarem. E que essa ordem abriga vários Telfort. 


A partir daí começa a luta de Aylá não só para viver um grande amor, mas principalmente para descobrir quem é e qual seu papel no mundo. Além disso, ela é a protagonista de algumas (na verdade, muitas) cenas bem engraçadas. Tadinha, ela é um pouco, digamos, desastrada!! hahaha...


As personagens são adoráveis ou detestáveis, todas muito bem construídas. Aylá e Igor vivem muitos conflitos, eu senti a aflição e a insegurança deles. 


A escrita da Bruna me envolveu e me permitiu visualizar todos os detalhes dos ambientes descritos. Uma pequena parte da história se passa na Itália, amei isso. É o único país que eu faço questão de conhecer.


Centúrias é o primeiro livro de uma série. E o mais legal é que a autora deu um final a ele. Poderia terminar aqui. Mas felizmente tem continuação, e quero muito ler! 


Só teve uma coisa que eu não gostei no livro: a narração alterna-se entre primeira e terceira pessoa. Para mim, isso dificultou a leitura. Achei que quebrou o ritmo. Sempre que havia a alteração na narração, eu sentia um certo incômodo.


Apesar disso, eu recomendo demais o livro. Uma história de amor, de luta por um ideal. A velha luta do bem contra o mal contada de uma forma envolvente e inovadora.


Adicionem o livro no skoob! Apoiem a literatura nacional! =)
 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo